• Capa
  • Europa
  • Zelensky, o “abandonado” pelo Ocidente, diz especialista

Sem apoio

Zelensky, o “abandonado” pelo Ocidente, diz especialista

O Ocidente está apenas dando apoio suficiente para o governo de Kiev sobreviver durante a operação especial da Rússia

Vladimir Zelensky presidente ucraniano

Vladimir Zelensky presidente ucraniano – Reprodução

─ Sputnik News ─ O Ocidente não está salvando o governo de Kiev, mas sim prorrogando sua agonia, opinou a politóloga Natalia Makeeva à Rádio Sputnik.

A vice-diretora do Centro de Análises Geopolíticas, em Moscou, Rússia, disse que os países ocidentais seguirão fornecendo ajuda a Kiev, mas que ela permanecerá mínima.

Artigos Relacionados

O pedido de Vladimir Zelensky de US$ 7 bilhões (R$ 32,92 bilhões) a Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, para pagar subsídios sociais e salários do país, é irrealista devido a superar em várias vezes o valor oferecido até agora à Ucrânia pelo Ocidente, aponta Makeeva.

Ela explicou as possíveis razões de Zelensky ter feito essa exigência.

“Zelensky simplesmente se sente um homem ‘abandonado’. Ele esperava seriamente que o Ocidente interviesse, que viessem pessoas enérgicas da OTAN, que consertariam tudo, expulsariam todos os que pudessem, que retomariam a Crimeia e Donbass. Nada disso aconteceu, claro. O Ocidente por vezes oferece algo, algum armamento, e nada mais”, comentou.“[…] Agora Zelensky está apresentando este tipo de exigências devido a esse sentimento de desespero: me deem sete bilhões, vou usá-los para sustentar meu país”, acrescentou a politóloga.

Este e outros pedidos de Kiev não serão rejeitados diretamente, mas também não serão cumpridos em pleno, crê, pois Zelensky é apenas um instrumento para os países ocidentais atingirem seu objetivo, garante a especialista.

“É preciso entender que o Ocidente coletivo precisa prorrogar ao máximo toda esta situação, desgastar a Rússia ao máximo com ela, e para isso o Ocidente vai prolongar a agonia do regime de Kiev. Isto porque sem apoio Kiev cairá mesmo. Por isso, penso que haverá alguma ajuda, mas ela será mínima, para que esta agonia e esta combustão continuem o máximo de tempo possível”, concluiu Makeeva.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.