• Capa
  • Europa
  • Turquia fornece gás russo ininterruptamente à Europa

Putin: agradeçam aos turcos

Turquia fornece gás russo ininterruptamente à Europa

Em conversa com seu homólogo da Turquia, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, sublinhou que o gás russo continua beneficiando tanto os consumidores turcos como os europeus

Recep Tayyip Erdogan e vladmir Putin

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia e Vladmir Putin, presidente da Rússia – Reprodução

─ Sputnik News ─ Os parceiros europeus devem ser gratos à Turquia por fornecer de forma ininterrupta o gás da Rússia, disse na sexta-feira (5) Vladimir Putin, presidente russo.

“Estou falando não só do fornecimento para os consumidores na Turquia, mas, quero repetir mais uma vez, para os consumidores na Europa. Por isso, penso, os parceiros europeus devem ser gratos à Turquia por estar fornecendo trânsito ininterrupto do nosso gás ao mercado europeu”, comentou ele a Recep Tayyip Erdogan, presidente turco.

Putin também agradeceu a Erdogan por participar da resolução na questão do fornecimento de grãos da Ucrânia e do fornecimento ininterrupto de alimentos e fertilizantes russos para os mercados globais.

“Com seu envolvimento direto e através da mediação do secretário-geral das Nações Unidas [António Guterres], foi resolvida a questão relacionada ao fornecimento de grãos ucranianos a partir dos portos do mar Negro. As entregas já começaram. Gostaria de lhe agradecer por isso e pelo fato de ter sido tomada uma decisão unificada em relação ao fornecimento ininterrupto tanto de alimentos russos quanto de fertilizantes russos para os mercados globais”, expressou ele.

O chefe de Estado russo sublinhou que para muitos países, especialmente aqueles em desenvolvimento, que estão começando a sentir problemas de abastecimento de alimentos e água, isto é muito importante.

“Para todos esses países, é claro, decisões como estas, que foram tomadas com seu envolvimento direto, são muito importantes. Gostaria de lhe agradecer por isso”, apontou Putin, se referindo a Erdogan.

Em 22 de julho, em Istambul, Turquia, Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, assinou dois documentos interligados para resolver os problemas de abastecimento de alimentos e fertilizantes aos mercados mundiais.

O primeiro documento estabelece o compromisso da ONU de suspender várias restrições às exportações de produtos agrícolas e fertilizantes russos para os mercados mundiais.
O segundo documento define um mecanismo para a exportação de produtos agrícolas ucranianos a partir de portos do mar Negro controlados pela Ucrânia.

O documento é baseado em propostas russas que criam um corredor marítimo humanitário para a saída segura de navios comerciais de e para portos do mar Negro controlados por Kiev.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.