• Capa
  • Europa
  • Putin instruído a fortalecer o apoio socioeconômico dos russos

População amparada

Putin instruído a fortalecer o apoio socioeconômico dos russos

Presidente Putin instruído a apresentar ideias sobre aumento de salários, pensões, salários mínimos até 20 de abril

putin

O presidente russo, Vladimir Putin – Reprodução

─ RIA Novosti, tradução do DCO ─ O presidente russo, Vladimir Putin, instruiu o governo a tomar um conjunto de medidas destinadas a apoiar os russos.

O documento correspondente, publicado no site do Kremlin, indica os seguintes passos:

Artigos Relacionados
  • até 30 de abril, alterar as leis para aumentar a disponibilidade de medidas de apoio social para famílias com filhos cuja renda caiu;
  • até 31 de dezembro, estabelecer uma ordem especial de necessidade para as famílias cujos membros tenham perdido o emprego após 1 de março para lhes dar acesso a medidas de apoio social;
  • garantir que os empregadores forneçam mensalmente dados contábeis personalizados sobre os salários dos segurados;
  • analisar a eficácia das medidas de apoio aos cidadãos que perderam o emprego após 1 de março de 2022 e foram devidamente reconhecidos como desempregados;
  • tomar medidas adicionais, incluindo expandir a prática de celebrar um contrato social com esses cidadãos e aumentar os pagamentos sobre eles;
  • até 20 de abril, os ministros devem elaborar propostas de indexação de pensões, prestações sociais e salários dos funcionários do Estado, bem como de aumento do salário mínimo e do salário mínimo;
  • assegurar a introdução de alterações na legislação prevendo a redução até sete dias úteis nos prazos de pagamento de produtos entregues, trabalhos executados e serviços prestados ao abrigo de contratos e acordos de direito civil celebrados por entidades com participação estatal.

Juntamente com as autoridades executivas regionais, o governo deve garantir a redução do nível de pobreza da população e da desigualdade de renda da população em 2022.

Ao mesmo tempo, o decreto também observa que as autoridades devem garantir a disponibilidade de um número suficiente de bens essenciais, medicamentos e dispositivos médicos.

Anteriormente, o governo elaborou um plano de combate às medidas restritivas, que inclui cerca de uma centena de iniciativas. O valor de seu financiamento será de cerca de um trilhão de rublos. A razão para este passo foram as sanções anti-russas adotadas após o início da operação especial na Ucrânia.

As restrições do Ocidente afetaram principalmente o setor bancário e a oferta de produtos de alta tecnologia. Marcas individuais anunciaram que deixarão de funcionar no país.O Kremlin chamou essas medidas de uma guerra econômica como nenhuma outra. As autoridades destacaram sua prontidão para tal desenvolvimento de eventos e garantiram que continuariam cumprindo suas obrigações sociais. O Banco Central está tomando medidas para estabilizar a situação no mercado de câmbio. As autoridades anunciaram a transferência de pagamentos de fornecimento de gás para países hostis em rublos.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.