• Capa
  • Europa
  • Perda do Donbass gera pedido de renúncia do presidente ucraniano

Crise interna

Perda do Donbass gera pedido de renúncia do presidente ucraniano

Zelensky tem seu mandato colocado em xeque diante de fraqueza demonstrada com a perda dos territórios de Donetsk e Lugansk definitivamente, comprovando que não passa de um fantoche

vlado

Vladimir Zelensky – Reprodução

─ Sputnik News ─ No mesmo dia (22), o partido Plataforma da Oposição – Pela Vida emitiu uma declaração exortando o presidente ucraniano Vladimir Zelensky a demitir-se.

O partido de oposição centrista tem 44 assentos na Suprema Rada (parlamento da Ucrânia).

“A situação que agora está se desenvolvendo em torno de Donbass é um terrível resultado da inação e da falta de vontade das autoridades. Nas eleições, dois terços dos eleitores ucranianos votaram pela paz, pelo retorno da Ucrânia para Donbass e de Donbass para a Ucrânia. Mas o governo, que tinha um enorme crédito de confiança pública não conseguiu lidar com esta tarefa de importância nacional”, lê-se no comunicado.

“Durante dois anos e meio, apesar dos apelos dos parceiros estrangeiros da Ucrânia, da oposição ucraniana, das exigências dos cidadãos e das obrigações internacionais da Ucrânia, não foi dado um único passo para a implementação da parte política dos Acordos de Minsk, para a paz e unidade”, aponta a declaração.

“Pelo contrário, os representantes das autoridades declararam repetidamente que [os acordos] eram desvantajosos, exigindo que fossem revistos e simplesmente se recusaram a cumprir. Por fim, os seguidores da política do [ex-presidente ucraniano Pyotr] Poroshenko ignoraram o enquadramento contratual para o retorno de Donbass e levaram o país a uma grave escalada do conflito”, ressalta a nota.

“Plataforma da Oposição – Pela Vida considera que o governo, que falhou a tarefa de restaurar a paz e fazer devolver Donbass, deve sair. O país e seus cidadãos não devem pagar pela covardia, ambições e irresponsabilidade dos políticos. A derrota do governo de Zelensky não deve ser uma derrota para o país”, conclui comunicado.

Nesta terça-feira (22), o presidente russo Vladimir Putin disse que Moscou reconheceu a independência das repúblicas populares de Lugansk e Donetsk porque Kiev tem publicamente declarado que não tinha intenção de cumprir os acordos de Minsk.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.