• Capa
  • Europa
  • Operação russa da uma freada ao expansionismo da OTAN’

Nova ordem mundial

Operação russa da uma freada ao expansionismo da OTAN’

Disse deputado venezuelano Jesús Faria

Jesús Faria

Deputado venezuelano Jesús Faria diz que Russia pode estar consolidando uma nova ordem mundial – Reprodução

─ Sputnik News ─ A operação militar especial da Rússia na Ucrânia contém a expansão da OTAN e avança uma nova ordem econômica mundial, afirmou Jesús Farías, deputado da Assembleia Nacional da Venezuela, o parlamento unicameral do país.

“Chegou a hora deles com a grande iniciativa que vai desenvolvendo a Rússia, dá uma freada ao expansionismo da OTAN e se inicia um novo ciclo na história da humanidade, está nascendo e se está consolidando uma nova ordem econômica mundial, e agradecemos isso à Rússia”, declarou Farías.“Desde Venezuela saudamos o esforço que o presidente Vladimir Putin está fazendo, da Rússia como nação, estão realizando uma tarefa gigantesca, a que devia fazer toda a humanidade, enfrentar a OTAN, é uma grande máquina de guerra, de destruição e de terror, que tem gerado os maiores desastres no planeta”, disse.

Artigos Relacionados

O legislador do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) governista também condenou as sanções antirrussas, que apontou estarem “tendo gravíssimas repercussões para toda a humanidade“, com um aumento dos preços, escassez de produtos e recessão mundial. Tudo isso, segundo ele, é um crime não só contra a Rússia, mas também contra a humanidade.

Jesús Farías crê que isso colocará um fim à hegemonia dos EUA e da OTAN e criará uma nova ordem econômica e militar mundial.

Apesar disso, a Rússia tem garantido que continuará seus compromissos de fornecer produtos essenciais necessários à Ásia, África, América Latina e Oriente Médio.

Além de ser uma importante fornecedora de petróleo e gás, a Rússia também é a terceira maior produtora de fertilizantes nitrogenados do mundo, devido à importância do gás para criar o produto. A Rússia tem uma proporção de 15% do comércio mundial de fertilizantes nitrogenados e 17% de fertilizantes potássicos, cujo preço vem aumentando desde finais de 2021, o que se agravou com a intensificação do conflito na Ucrânia.

Os fertilizantes são compostos de várias fontes naturais ou sintéticas usadas para fornecer nutrientes às plantas, que permitem expandir o rendimento agrícola. Estima-se que entre um terço e metade de toda a produção de alimentos da humanidade é garantida por fertilizantes nitrogenados, principalmente cereais.

De acordo com o portal Castellum.AI, a Rússia é agora o país mais sancionado do mundo, ultrapassando a Coreia do Norte, Irã, Síria e Venezuela. Mais de 6.650 novas restrições foram aplicadas à Rússia desde meados de fevereiro, em comparação com as mais de 2.750 que estavam em vigor até aí.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.