• Capa
  • Europa
  • Imigrantes são esmagados pelo regime de Macron na França

Violência contra manifestações

Imigrantes são esmagados pelo regime de Macron na França

Campos de refugiados são desmantelados em Paris como parte de uma política de perseguição a imigrantes

dco

Manifestação de refugiados e imigrantes na Praça da República em Paris, 2015 – Foto: Leonardo Antoniadis

Redação do DCO

Um campo de imigrantes situado na periferia de Paris foi desmantelado na semana retrasada pela polícia francesa. Esse acampamento, que se encontrava perto de uma rodovia, nas proximidades do conhecido estádio Stade de France, abrigava cerca de 2400 pessoas, sendo a maioria refugiados do Afeganistão, Sudão e Somália. 

Após o desmantelamento do acampamento, parte dos 2400 imigrantes que lá se encontravam foi instalada em albergues ou em hotéis. Entretanto, de 400 a 800 pessoas não foram realocadas e, em protesto, iniciaram uma caminhada da periferia até a Praça da República, no centro da capital francesa.  

Artigos Relacionados

Na noite do dia 23 de novembro, os acampados foram mais uma vez expulsos de forma violenta pela polícia francesa. As chamadas “armas não letais” foram utilizadas, resultando em várias pessoas feridas. Em vídeos publicados na Internet, era possível ver policiais arrastando barracas com pessoas dentro ou tomando cobertas de acampados. Atitude essa similar àquelas tomadas pelas forças de repressão de São Paulo contra moradores de rua.

A brutalidade das forças de repressão foi tamanha que o ministro do interior da França, Gérald Darmanin, declarou nas redes sociais que “algumas imagens da dispersão do acampamento ilícito de imigrantes são chocantes. Acabo de solicitar ao chefe de polícia de Paris um relatório sobre a realidade dos fatos […]”. Entretanto, o primeiro ministro francês, Jean Castex, defendeu em um pronunciamento a ação das forças de repressão. De acordo com Castex, o trabalho da polícia é digno de homenagens, pois estavam aplicando as leis da República Francesa, agindo contra uma manifestação não autorizada e uma ocupação ilegal de espaço público. 

Vale ressaltar que é dado pelo governo francês o nome de “tolerância zero” a política de perseguição aos acampamentos ilegais de imigrantes em Paris. Nessa situação, tomemos em consideração a declaração do chefe de polícia de Paris, publicada no dia 17 de Novembro na edição online do jornal Le Figaro

A justificativa dada para o desmantelamento dos acampamentos seria a falta de higiene sanitária dos mesmos, que colocaria em risco os acampados, assim como a pessoas que moram nos arredores. Entretanto, o chefe de polícia dá ênfase, após apresentar as justificativas sanitárias, que “será providenciado abrigo aos que estão em situação legal. Mas os que estão em situação irregular não poderão permanecer em território francês”, evidenciando a política de perseguição a imigrantes ilegais tomada pelo governo da França.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.