• Capa
  • Europa
  • Bucha: notícias falsas são as armas do imperialismo

Notícias Falsas

Bucha: notícias falsas são as armas do imperialismo

As últimas caratdas em Donbass estão sendo feita pela imprensa, ja que militarmente não são eficazes

fake

Imprensa imperialista fazem a pior cobertura, a mais vexatória de todas – Reprodução

─ RIA Novosti, tradução do DCO ─ No quadragésimo dia de hostilidades na Ucrânia, o que há muito se esperava havia acontecido: imagens de “atrocidades russas nos territórios ocupados” apareceram. Em imagens publicadas da cidade de Bucha (na região de Kiev) recentemente abandonada por nossos militares, há cadáveres de civis nas ruas, pessoas amarradas com tiros na nuca, covas com os mortos … poucos dias atrás – e depois de sua partida, o prefeito da cidade não disse nada sobre deitar nas ruas de cadáveres. 

Mas quem se importa com isso agora, além do fato de que, após a partida do exército russo, unidades ucranianas entraram na cidade e realizaram uma operação de limpeza lá? Quem, quando e quem ele matou – ninguém na Ucrânia vai entender isso agora.

Porque Volodymyr Zelensky imediatamente acusou a Rússia de genocídio, dizendo: “Um mal concentrado visitou nossa terra. Assassinos. Carrascos. Estupradores. Saqueadores. Que se chamam um exército… Eles mataram deliberadamente e com prazer… . Esses são malucos que não sabem fazer o contrário.”

A terrível filmagem imediatamente circulou por toda a mídia ocidental, com uma referência invariável à nova Srebrenica (isto é, o genocídio de vários milhares de muçulmanos bósnios imputados aos sérvios em 1995), e causou uma dura reação dos políticos ocidentais. São necessárias novas sanções, dizem eles em Berlim ; Vou matar de fome o exército russo, diz Boris Johnson. A Comissão Europeia inicia uma investigação, e Joe Biden diz que foi injustamente repreendido por chamar Vladimir Putin de “criminoso de guerra”:

“Ele é um criminoso de guerra. Mas nós temos que coletar informações, dar armas à Ucrânia para continuar lutando, obter todos os detalhes para que este seja um verdadeiro julgamento por crime de guerra. Acho que é um crime de guerra. Estou pressionando por novas sanções, vou continuar impondo-as.”

Naturalmente, os poloneses foram mais longe. O primeiro-ministro Morawiecki chamou a Rússia de estado totalitário-fascista, e o que aconteceu em Bucha foi um genocídio:

“Fortes sanções devem ser impostas à sociedade russa: proibição de emissão de vistos para a Rússia, exceto vistos humanitários para aqueles que fogem deste país fascista. Propusemos sanções para todos os membros do partido EP, o partido de Putin, para que não só ele , mas todos “Todos os que elegem e apoiam Putin. Propusemos um plano radical para desligar o petróleo e o gás russos – a válvula russa.

Apelamos a todos os líderes europeus: façam isso o mais rápido possível, não tenham medo!”Então, aqui está a coisa, precisamos garantir que os líderes europeus não tenham medo de novas sanções contra a Rússia! O primeiro-ministro polonês os repreende abertamente por indecisão e favorecimento aos russos:

“Na Europa , a situação é muito simples. Tudo pode ser visto nas cúpulas. A Alemanha é o principal freio em sanções muito decisivas… Sr. Macron, quantas vezes você negociou com Putin? O que você conseguiu? impediu algum evento? luta”.

Ou seja, os alemães e os franceses devem finalmente reunir coragem – e cometer suicídio. E a que mais levará uma rápida rejeição dos recursos energéticos russos, porque não restam outras sanções sérias? 

Em Berlim e Paris, eles não querem arruinar sua própria economia, o mesmo Macron não quer que a Europa se transforme em um fantoche completo dos anglo-saxões, o que significa que você precisa quebrar sua resistência, pressionando com a ajuda da opinião pública indignada, que exigirá abandonar qualquer comércio com os “demônios russos”, cercá-los com um muro e a qualquer custo impedir sua marcha para o Ocidente.

Afinal, do que Zelensky está falando?

“É assim que o Estado russo será percebido agora. Esta é a sua imagem. Sua cultura e aparência humana pereceram junto com os ucranianos e as mulheres ucranianas que você conheceu.” Ou seja, há uma desumanização dos russos como tal. Russos, que ameaçam não apenas a Ucrânia, é exatamente isso que Zelensky está jogando:

“Existem padrões do povo ucraniano. E há padrões de ocupantes russos. Isso é bom e mau. Esta é a Europa e um buraco negro que quer destruir tudo e engolir.”

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.