• Capa
  • Europa
  • Alemanha expulsa refugiados afegãos para receber ucranianos

Crime

Alemanha expulsa refugiados afegãos para receber ucranianos

Social-democracia alemã escancara a hipocrisia da União Europeia

Afeganistao-fome-criancas

Povo afegão sofre com migrações e fome, consequências nefastas do imperialismo americano – Foto: Reprodução

As potências imperialistas já não escondem mais sua hipocrisia. Na sua ânsia criminosa de atacar a Rússia usando os ucranianos como bucha de canhão, agora a Alemanha está expulsando os refugiados afegãos para dar lugar aos seus novos aliados ucranianos que estão fugindo do conflito com a Rússia.

Alegando cinicamente que a decisão fora por causa das “condições operacionais necessárias e difíceis”, o Departamento de Assuntos Sociais do Senado alemão disse ter lamentado o tratamento dado aos afegãos em proveito dos ucranianos.

Tareq Alaows, que é membro de um conselho de refugiados, disse que as autoridades alemãs informaram que os refugiados estavam vivendo em “centros de chegadas” temporários, mas já estavam nas casas há anos e alguns em alojamentos permanentes. Todos foram forçados a sair para dar lugar aos ucranianos.

“Sem perguntas, sem negociação, eu só tinha que ‘sair nas próximas 24 horas’, disse à Foreign Policy a afegã Amiri. Como a afegã, centenas de outras pessoas estavam na mesma situação quando foram expulsas de seus alojamentos.

Segundo Alaows, “Claro que não é culpa dos ucranianos, mas temos de refletir sobre a nossa solidariedade se for dirigida apenas a certas pessoas. Os últimos meses mostraram que é possível um tratamento diferente dos refugiados, e isso deve ser sistematicamente ancorado na nossa sociedade”.

O porta-voz do escritório Stefan Strauss informou que as 83 acomodações de refugiados em Berlim já abrigam mais de 22 mil pessoas. Os migrantes ucranianos deveriam ir para centros de chegada. “Lamentamos que isso tenha causado dificuldades adicionais para as famílias afegãs [e que] os afetados tiveram que se afastar de seu ambiente familiar e agora podem ter dificuldade em manter suas conexões sociais“, disse o porta-voz do escritório.

Após a providencial e necessária intervenção da Rússia na Ucrânia, a Alemanha já recebeu mais de 316 mil ucranianos refugiados, que chegam pela cidade de Berlim, que fica próxima à fronteira polonesa.

A afegã Amiri disse que chorou pelos ucranianos e defendeu os cuidados com os refugiados:

“Quando as primeiras imagens da Ucrânia surgiram, chorei por seu povo. Conheço a guerra e seus horrores. Ainda choro por eles. Só peço que todos sejam tratados igualmente. Um refugiado é um refugiado.”

Essa expulsão dos afegãos expõe a hipocrisia e violência da União Europeia,, uma aliada dos interesses nefastos do imperialismo. A guerra dos EUA conta o Afeganistão a partir de 2001 causou um estrago milhares de vezes maior que a guerra cirúrgica dos russos na Ucrânia. Os senhores da guerra não querem apoiar afegão algum (cujo país pode perder um milhão de cidadãos para a fome por causa do imperialismo), nem tampouco defender os povos ou sua soberania, mas os ucranianos de olhos azuis como falou o próprio governo nazista da Ucrânia, além de dividir, enfraquecer e desmoralizar a Rússia, que heroica e corajosamente vem desnazificando e desmilitarizando a Ucrânia.

A expulsão dos afegãos da Alemanha é um crime contra a humanidade. E o êxito da Rússia é uma vitória de todos os povos oprimidos que passam a derrotar também o imperialismo, inimigo número um da humanidade.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.