• Capa
  • EUA e Canadá
  • Elon Musk, patrão de Bolsonaro, quer privatizar o espaço sideral

Bilionário sanguessuga

Elon Musk, patrão de Bolsonaro, quer privatizar o espaço sideral

Musk é a expressão dos monopólios capitalistas e da política do imperialismo

elon musk falando ao vivo com microfone 696x385 (1) (1)

Elon Musk, o bilionário que quer dominar o mundo. – Foto: Reprodução

As ambições do imperialismo extrapolam o domínio do planeta terra, literalmente. Elon Musk, um dos maiores símbolos da ganância do capital quer privatizar tudo que possa se converter em dólares. Recentemente, o fundador da SpaceX e CEO da Tesla Motors, despertou preocupação até mesmo para os padrões do imperialismo europeu. 

Para o chefe da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) é evidente a ambição de Elon Musk de dominar a nova economia espacial representa um risco imenso. Em razão disso, pediu aos líderes do continente que parem de facilitar o avanço de Musk e advertiu que a falta de ação coordenada revela o controle do bilionário. Musk, por sua vez, está “criando as regras” sozinho, disse. 

Não basta o lítio da Bolívia, o qual para subtraí-lo mandou derrubar o governo de Evo Morales.  Além das participações em inúmeras ingerências do imperialismo contra os governos de tipo nacionalista, Musk planeja ampliar a dominação espacial, os satélites, a distribuição de internet, o tráfego de dados etc. A fórmula para isso é simples: basta coçar o bolso e comprar um governo. Com a ajuda dos Estados capitalistas, Musk, sim, é capaz de ampliar muito seu espectro de ação e dominância. Os governos dos países entram com a pressão política, Musk fornece o dinheiro e age por fora dos trâmites “legais”. Ao fim, o resultado é singular: o imperialismo sai mais fortalecido. 

Segundo Josef Aschbacher, novo diretor-geral da ESA, em entrevista ao Financial Times, “o espaço será muito mais restritivo [em termos de] frequências e ‘janelas’ orbitais”. “Os governos da Europa devem coletivamente ter um interesse em dar aos provedores europeus oportunidades iguais de atuar em um mercado justo”, reiterou. 

E não é para pouco. A preocupação de Aschbacher faz todo o sentido. “Temos uma pessoa que é dona de metade dos satélites ativos no mundo. Isso é surpreendente. Na verdade, ele está criando as regras. O resto do mundo, incluindo a Europa, simplesmente não está reagindo com rapidez suficiente”, disse.

Musk é a expressão dos monopólios capitalistas e da política do imperialismo. O bilionário é a personificação do capital em seu terno de grife. Por conta de sua ambição desenfreada, o povo vai ficando refém de meia dúzia de bilionários como ele, cujos interesses, no podre regime capitalista, prevaleçam sobre os interesses de centenas de milhões. Afora toda a preocupação quanto ai controle do espaço, Bolsonaro é um verdadeiro vassalo do imperialismo e está em parceria para que ele controle a Amazônia. Obviamente, Musk quer o controle absoluto do espaço para explorar ainda mais as riquezas naturais do bioma. Isso nada tem a ver com a educação ribeirinha, desenvolvimento da população ou programa de preservação da floresta. A fonte imensurável de riquezas naturais é, para Musk, o objetivo e o caminho da ampliação de seu capital e da dominação do imperialismo. 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.