• Capa
  • EUA e Canadá
  • Até a espionagem imperialista em crise? CIA perde agentes

Mais uma derrota

Até a espionagem imperialista em crise? CIA perde agentes

Depois da derrota americana no Afeganistão, países oprimidos pelo imperialismo se organizam e contra-atacam a criminosa CIA

CIA-Agência de Inteligência Americana – Foto: Reprodução

Redação do DCO

A espionagem norte-americana para sabotar e dominar países não vem tendo muitos sucessos nessa fase crítica do imperialismo. Na semana passada, autoridades do governo americano alertaram a todos os setores da CIA (Agência de Inteligência Americana) que dezenas de informantes do governo estão sendo capturados e até sendo mortos nos países em que os americanos desejam dominar. Os países oprimidos pelo imperialismo estão se especializando na sua autodefesa, como transformar espiões em agentes duplos e a utilização de hackers, inteligência artificial, leitura biométrica e reconhecimento facial como importantes ferramentas tecnológicas na necessária identificação de agentes americanos.

O centro de missões de contrainteligência da CIA identificou vários casos de agentes assassinados por agentes rivais, uma perda que é mantida a sete chaves, cujas informações específicas foram reveladas por mensagem secreta lida por algumas pessoas e analisada pela agência americana. Nessa mensagem secreta, ficou ressaltada a luta da CIA para recrutar espiões em vários ambientes hostis para operar.  

Artigos Relacionados

Ultimamente, China, Rússia, Paquistão e Irã têm conseguido caçar esses informantes. A recruta de espiões é uma atividade de inteligência de muito risco. A mensagem secreta informa ainda que, para obter sucesso nesse recrutamento, estão adotando até métodos clandestinos. Confiar muito em informantes, subestimar agências estrangeiras e confiar rápido demais em alguns informantes são alguns dos riscos adotados pela agência e frisada na mensagem.

Problema antigo, a perda de informantes da CIA, uma agência responsável por diversas barbaridades e sabotagens imperialistas no mundo, uma instituição criminosa, vem preocupando o governo americano em um grave momento de crise do seu regime. A agência, porém, ainda tem diversas maneiras de coletar e analisar informações e tem milhares de agentes espalhados pelo mundo. A mensagem secreta do telegrama sinaliza para os pesquisadores a serviço do império a necessidade de se pensar a respeito dos novos passos dessa rede criminosa da agência.

A contraespionagem praticada pelos países oprimidos da Ásia mostra que a CIA está perdendo totalmente a sua tradicional capacidade de desestabilizar os países. A perda de dezenas de informantes é mais um indício da decadência militar dos Estados Unidos, que farão de tudo para reformular seus métodos e ficarem mais agressivos diante da defesa das nações pobres e em desenvolvimento.

O Brasil, por exemplo, sempre foi vítima da espionagem americana. A última ação dela foi contra o governo Dilma Rousseff (PT), bisbilhotada e alvo das ações imperialistas que estavam visando as reservas petrolíferas brasileiras com a descoberta do pré-sal, um dos motivos para que os americanos apoiassem e planejassem, com a burguesia local, o golpe de estado em 2016. As consequências desse golpe nos levaram a uma violenta crise econômica e política que pariu Jair Bolsonaro e tirou do armário o fascismo bolsonarista.

Para derrotar o imperialismo – esse grande inimigo das nações pobres e oprimidas – que essas táticas de contraespionagem e organização sejam difundidas e sirvam como mais um exemplo de luta para a libertação de todas as nações exploradas do globo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.