Hipocrisia Imperialista

Coreia do Norte? China? Não! Japão enforca presos condenados

O Japão também é um dos países com a maior taxa de suicídio do mundo, um sinal claro e brutal do fracasso do sistema capitalista mundial e a decadência do imperialismo.

pena de morte japao opt

Além de a prática ser algo abominável para qualquer sistema jurídico moderno, os presidiários só tem o conhecimento do momento em que serão mortos algumas horas antes da execução por enforcamento. A medida já resultou em processos contra o governo nipônico devido à crueldade psicológica à qual os condenados são submetidos. – Foto: Câmaras da morte Japonesas | Reprodução.

O governo japonês comandado pelo primeiro-ministro Fumio Kishida, no poder desde outubro, efetuou o enforcamento de três presidiários condenados à morte no País. Os mortos fazem parte de uma extensa lista macabra com mais de 100 pessoas na fila para a forca.

Entre os executados pelo governo japonês está Yasukata Fujishiro com 65 anos, portanto um idoso, condenado por crimes de assassinato contra familiares em 2004 quando matou a facadas e marteladas sua tia então octogenária, dois primos e mais outros quatro indivíduos.

Além dele Tomoaki Taknezawa com 54 anos, e seu parceiro de crime Mitsunori Onogawa, com 44, ambos acusados de matarem duas pessoas em uma sala de jogos recreativos em 2003, também foram enforcados.

O episódio evidencia a hipocrisia da propaganda imperialista quando o assunto são os famigerados Direitos Humanos. Diariamente assistimos as potências globais acusarem países como a China e a Coreia do Norte de serem violadores dos direitos humanos e ditaduras que executam presos políticos a sangue frio. Quando um país aliado do imperialismo, como o Japão, pratica tal medida aí não há campanha contra nem estardalhaço das ONGs financiadas pelos capitalistas da Bolsa.

No País asiático todas as penas de morte são executadas após alguns anos da condenação e o método é sempre o mais sofrido, a forca. A prática é respaldada segundo o governo pela opinião pública japonesa.

Para o diretor-adjunto da secretaria do gabinete de governo, Seiji Kihara “Manter ou não a sentença de morte é um tema importante que afeta os fundamentos do sistema de justiça criminal do Japão”. O mesmo ainda defende a tese de que “Diante dos crimes atrozes que continuam acontecendo, um após o outro, é necessário executar aqueles cuja culpa é extremamente grave — o que torna inapropriado abolir a pena de morte”.

Nos últimos quatro anos a Justiça japonesa ordenou a execução de 21 pessoas, sendo três no ano de 2019 e outros 15 em 2018. O grupo maior fazia parte de uma organização chamada Aum Shinrikyo. Eles haviam sido condenados pelo uso de gás sarin num ataque em uma estação de metrô da capital Tóquio ocorrido em 1995.

Além de a prática ser algo abominável para qualquer sistema jurídico moderno, os presidiários só tem o conhecimento do momento em que serão mortos algumas horas antes da execução por enforcamento. A medida já resultou em processos contra o governo nipônico devido à crueldade psicológica à qual os condenados são submetidos.

As execuções recentes geraram críticas por parte da população uma vez que foram realizadas há apenas alguns dias depois que um incêndio teoricamente criminoso numa clínica psiquiátrica em Osaka matou mais de 20 pacientes.

O Japão também é um dos países com a maior taxa de suicídio do mundo, um sinal claro e brutal do fracasso do sistema capitalista mundial e a decadência do imperialismo. A Floresta Aokigahara ou Floresta dos Suicidas ao pé do Monte Fuji chegou a virar atração turística por este fato que por sua vez desnuda a situação do capitalismo na atualidade.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.