Pandemia

Partido pede impeachment do presidente do Paraguai

Descaso total de Abdo Benítez levou a grandes manifestações nas ruas

Paraguay's President Mario Abdo Benitez, delivers a press conference in Asuncion on August 1, 2019. - Brazil and Paraguay canceled an energy agreement on August 1 related to the giant Itaipu hydroelectric plant, official sources reported. The Itaipu Dam, located on the Parana river on the border between Brazil and Paraguay, is one of the two hydroelectricity plants that produce the most power in the world, alongside China's Three Gorges Dam. (Photo by NORBERTO DUARTE / AFP)

Mario Abo Benítez – Foto: Norberto Duarte/AFP

O Autêntico Partido Liberal Radical (PLRA) do Paraguai apresentou hoje a documentação necessária para solicitar o julgamento político do presidente do país, Mario Abdo Benítez, por mau desempenho de suas funções.
Em entrevista coletiva, o deputado do PLRA, Celso Kennedy, deu detalhes sobre o documento, que será submetido à apreciação de outras forças políticas para aprovação, e deverá ser apresentado oficialmente nesta quarta-feira.

No entanto, o Legislador não adiantou as especificidades do conteúdo do pedido, aguardando modificações em decorrência do consenso necessário à condução do processo.

O pedido de julgamento também é dirigido ao vice-presidente do país, Hugo Velázquez, sob as mesmas acusações do presidente.

No entanto, é necessário consenso também para apoiar a apresentação da candidatura, que ainda necessita de cerca de quinze votos para avançar como iniciativa legislativa.

Quase 40 deputados o apoiam, mas para torná-lo efetivo é necessário o apoio do setor do Partido Colorado, que responde ao ex-presidente Horacio Cartes (2013-2018), com mais legisladores em funções que os de Honor Colorado, o movimento de Abdo Benítez.

A proposta é a resposta da oposição à crise social que o país atravessa há mais de uma semana, quando as ruas da capital e outras grandes cidades foram ocupadas por milhares de pessoas exigindo a renúncia do governo.

À pressão social e à oposição política, o executivo reagiu com mudanças de gabinete, consideradas insuficientes pelos manifestantes, que o acusam de corrupção e má gestão da crise sanitária provocada pela Covid-19.

O senador pelo PLRA Fernando Silva Facetti justificou o descontentamento popular com base ‘… no cansaço do povo, na desilusão pela falta de soluções, apesar das ferramentas orçamentais milionárias que o Congresso sempre proporcionou”.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.