Farsa imperialista

Cuba denuncia mentiras dos EUA sobre julgamentos de crianças

“Os Estados Unidos estão cientes de que os atuais processos judiciais em Cuba são realizados em plena conformidade com a lei e dentro dos padrões internacionalmente aceitos”

cuba bruno rodriguez (1)

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez. – Reprodução

─ Prensa Latina ─ O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, enfatizou hoje que os Estados Unidos mentem para macular o trabalho da ilha na proteção de suas crianças e justificar medidas coercitivas criminosas contra a nação caribenha.

Por meio de sua conta pessoal no Twitter, o ministro denunciou a campanha de Washington contra o país caribenho por supostas prisões e julgamentos de menores de 16 anos após os distúrbios aqui em 11 de julho. “Os Estados Unidos estão cientes de que os atuais processos judiciais em Cuba são realizados em plena conformidade com a lei e dentro dos padrões internacionalmente aceitos”, destacou.

O ministro das Relações Exteriores respondeu às acusações dos EUA com dados do relatório da Fundação de Defesa da Criança, que indica que em 2019 quase 700 mil crianças foram presas e 3 mil 371 foram mortas com armas de fogo nos Estados Unidos. “Por seu lado, a aplicação de políticas anti-imigrantes provocou, entre abril e junho de 2018, a separação de 4 mil 500 crianças dos pais” naquele país, acrescentou o ministro dos Negócios Estrangeiros.

O Children’s Defense Fund, organização sem fins lucrativos sediada em Washington e com escritórios em vários territórios daquele país, publicou o relatório intitulado “The State of the Children of America® 2021”.

Entre outros dados fornecidos por este relatório está que um menor ou adolescente foi preso a cada 45 segundos nos Estados Unidos. “Muitas crianças, especialmente crianças em situação de pobreza; crianças pretas; crianças com deficiência; crianças com problemas de saúde mental e abuso de substâncias; crianças sujeitas a negligência, abuso ou outra violência; crianças em acolhimento; e crianças LGBTQ – são expulsas de suas escolas e lares para os sistemas de justiça juvenil ou de justiça criminal para adultos”, afirma o relatório.

Além disso, o texto destaca que as cerca de 44 mil crianças encarceradas naquele país vivem com medo da Covid-19 e enfrentam o confinamento solitário como forma de distanciamento social.

Em Cuba, por lei, não é permitido processar criminalmente menores de 16 anos.

O Código Penal em vigor estabelece que “é exigida a responsabilidade penal da pessoa singular a partir dos 16 anos de idade à data da prática do facto punível”.

Do mesmo modo, especifica no seu artigo 17.1 que «No caso de maiores de 16 anos e menores de 18 anos, os limites mínimo e máximo das sanções podem ser reduzidos até metade, e relativamente aos entre 18 e 20 anos , até um terço.

Em ambos os casos, predominará o objetivo de reeducar o sancionado, capacitá-lo em uma profissão ou ofício e incutir o respeito à ordem jurídica.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.