Perigo imperialista

Ameaças anti-Rússia podem incitar guerra na Ucrânia, diz Kremlin

Potências imperialistas pressionam Moscou com tropas e armamento, ao mesmo tempo em que colocar a culpa nos russos pelas tensões

ucrania escalada conflictos 1 (1)

Conflitos Rússia e Ucrânia – Reprodução

─ Prensa Latina ─ O porta-voz presidencial russo, Dmitri Peskov, alertou hoje que as ameaças dos Estados Unidos contra seu país podem estimular as intenções de alguns líderes ucranianos de reiniciar a guerra civil naquele país.

“Todas essas declarações podem contribuir para a desestabilização da situação, porque podem inspirar esperanças completamente erradas nas cabeças quentes de alguns representantes da Ucrânia”, respondeu o funcionário durante um briefing.

Ele afirmou que existem líderes ucranianos que, secretamente, eles dizem, podem tentar resolver o problema no Donbass pela força. “Temos medo nesse sentido”, disse ele.

De acordo com Peskov, tais ameaças de Washington não ajudam em nada a acalmar a tensão que se instalou na Europa neste momento. Ele lembrou que as declarações contra a Rússia se repetem todos os dias de maneira idêntica, alertando que o país terá que pagar um alto preço por algumas ações hipotéticas.

Acrescentou que “eles soam diariamente do nível médio de especialista ao nível mais alto”, o que “está acontecendo com uma consistência invejável pelo menos no último mês”.

Em outra resposta à imprensa, ele disse que os sinais de Washington e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) sobre a disposição de discutir a questão da não implantação de armas na Ucrânia pode ser considerados “provavelmente um desenvolvimento positivo”.

Salientou também que a recusa em aceitar a Ucrânia na OTAN agora não significa que o país se limite a ser recebido na Aliança a médio prazo.

O chefe da assessoria de imprensa do Kremlin afirmou que um novo contato entre o presidente russo Vladimir Putin e seu colega norte-americano Joe Biden seria possível após Moscou receber uma resposta de Washington sobre as propostas de garantias de segurança.

“Acreditamos que, em todo o caso, esta comunicação é bem-vinda, é útil para ambos os estados. Também não excluímos que, depois de tomarmos conhecimento dos documentos mencionados, os chefes de estado possam achar conveniente entrar em contato com uns aos outros e discutir”, disse ele.

Biden disse em entrevista coletiva na quarta-feira que acredita ser possível realizar uma nova cúpula com Putin, já que em contatos anteriores eles discutiram a possibilidade de realizar outra reunião, se necessário.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.