Menu da Rede

Traído pelo teclado, Jones Manoel admite que o PCO é fantástico

  • Capa
  • Política
  • Presidente do Itaú BBA acha que o fim da Previdência irá “estimular a confiança” do povo brasileiro

Presidente do Itaú BBA acha que o fim da Previdência irá “estimular a confiança” do povo brasileiro

Receba o DCO no Email

Da redação – O diretor-geral de Atacado do Itaú Unibanco, Caio Ibrahim, escolhido para presidir o Itaú BBA no ano que vem, declarou em conversa com a imprensa, nesta tarde de segunda-feira, 17, que a reforma da Previdência é o que está faltando para estimular a confiança do povo brasileiro.

De fato, temos que reconhecer que a classe trabalhadora não vê a hora de voltar quase cem anos em suas conquistas. E mais, diria que a classe que tudo produz, não vê a hora de voltar a trabalhar até morrer sem nunca se aposentar. Só um completo ignorante para acreditar em tais asneiras.

“Novo governo assume com economia melhor, juros e inflação baixos, mas a necessidade de ajuste fiscal permanece e deve ser endereçada para que os investimentos e o País possam crescer mais. […] O final do ano está bastante bom. A economia está ajustada, mas falta o fiscal”, disse o lobista.

Porém, não é realidade que a economia brasileira está melhorando, pois, o que vemos na economia mundial, desde a crise imobiliária de 2008 nos EUA, são picos negativos nas bolsas de valores.

O executivo mencionou a necessidade de aprovação da reforma da Previdência para que esse mercado, tanto do lado do crédito como no mercados renda fixa e variável, tenha mais tração. “Já há um amadurecimento da sociedade em relação à necessidade da reforma da Previdência. As pessoas entendem melhor a importância do tema hoje. A maturidade da reforma da Previdência na sociedade faz com que tenhamos expectativa mais positiva quanto à aprovação”, acrescentou ele.

Está claro que os banqueiros querem matar o povo de fome, acabar com o Ministério do Trabalho, destruir tudo que a classe operária conquistou em dezenas de anos de luta.

É impressionante o nível de ataque que os golpistas estão levando à cabo contra o povo brasileiro, contra a classe trabalhadora, para uma burguesia minoritária destruir todos os seus direitos, e agora, até mesmo roubar sua aposentadoria.

Para os capitalistas, é inimaginável um trabalhador ter “tantos direitos”. Um trabalhador que foi explorado a vida toda, que produziu tudo que a sociedade deveria gozar, ter cada vez mais direitos, ter direito de se aposentar, pois, para eles, deve ser o contrário: direito nenhum. A final, essas famílias que controlam o país vem de descendência escravocrata, oligárquica, e com o golpe, estão entregando o país para as famílias dos descendentes dos exploradores, das metrópoles, em mais um processo de colonização.

São inimigos do povo e assim devem ser tratados.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.