Menu da Rede

Aliados de Joe Biden matam mais de 80 iemenitas em bombardeio

  • Capa
  • Política
  • Lembre o que Alckmin disse sobre Lula e Dilma

Alckmin é igual a Temer

Lembre o que Alckmin disse sobre Lula e Dilma

Geraldo Alckmin sempre apoiou o golpe contra Dilma, a prisão ilegal de Lula e os ataques ao povo brasileiro

Burguesia quer ressuscitar Geraldo Alckmin – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Para sabotar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, líder das pesquisas e único candidato com reais condições de frear o golpe de estado iniciado em 2016, a burguesia cogita de forma rasteira o golpista do PSDB Geraldo Alckmin como vice de Lula.

A presidente do Partido dos Trabalhadores(PT), Gleisi Hoffmann, já descartou essa possibilidade plantada pela burguesia. “Não estamos tratando com ninguém”. “A formação de uma chapa será fruto do processo político e não será condicionada por disputas regionais”, disse a deputada federal Hoffman. A escolha deve vir das bases sociais militantes do partido ou das organizações combativas de esquerda.

O Partido da Causa Operária (PCO) apoiará incondicionalmente a candidatura de Lula, mas será totalmente contra a candidatura de qualquer golpista, como Alckmin, na vice-presidência. O partido defende um vice de esquerda, oriundo das lutas populares, pois isso fortalecerá Lula e não criará nenhuma suspeita de que o PSDB seja igual ao PT, ou que não tem golpe em curso no Brasil já que Lula e Alckmin, cujo partido foi um dos promotores do golpe, estão juntos.

Geraldo Alckmin e o PSDB estiveram do lado oposto ao de Dilma Rousseff e Lula nos anos de 2016, quando golpearam Dilma, e 2018, quando prenderam ilegal e injustamente o ex-presidente.

As declarações do ex-governador Geraldo Alckmin, um dos piores gestores para os servidores públicos e toda classe trabalhadora paulista, mostra de que lado esse político esteve na instalação do golpe de estado no País.

“Tenho ouvido muitos dizerem que é golpe. Não. O impeachment é previsto na Constituição brasileira e a Constituição não é golpista. Não existe golpe. Podem existir teses diferentes, debates, análises e, para isso, cabe à Câmara federal analisar. É para isso que você tem o debate, o contraditório. Mas não é golpe”, disse Alckmin sobre o golpe contra Dilma(http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2015/12/alckmin-diz-que-impeachment-nao-e-golpe-e-esta-previsto-na-constituicao.html).

Contra o ex-presidente Lula e o PT, “Acho que eles estão colhendo o que plantaram”, disse Alckmin sobre os tiros na Caravana de Lula em 2018, deixando de condenar ataques fascistas e mostrando que aquele ar de político “civilizado”  que ele carrega é uma farsa (https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/03/pt-colhe-o-que-planta-diz-alckmin-sobre-ataque-a-tiros-a-caravana-de-lula.shtml).

Em relação à prisão de Lula, disse que era triste, mas “na vida pública, todos têm o dever de prestar contas” e que “ninguém está acima da lei”, reiterando a farsa da decisão judicial, cujos objetivos era prender de qualquer forma Lula e evitar seu retorno à presidência nas eleições daquele ano, abrindo caminho para o assalto às riquezas nacionais, hoje sendo entregues pelo fascista Jair Bolsonaro.

As leis no Brasil são aplicadas apenas para os opositores da burguesia, que são as classes oprimidas há séculos no país.

Esse é o Geraldo Alckmin que a burguesia quer impor na chapa de Lula. Um suposto vice para ser igual a Michel Temer(MDB). Um vice que apoiou o golpe contra Dilma, apoiou o festival de injustiça e corrupção da justiça brasileira, não teve nenhuma solidariedade ao Lula quando este foi atacado em sua Caravana e preso em 2018. Geraldo Alckmin apoiou os ataques do governo golpista de Temer à classe trabalhadora e seu partido aprovou a maioria dos projetos de Bolsonaro no Congresso.

Agora, a burguesia, para queimar a favorita candidatura de Lula ou controlá-la com um golpista na chapa, levanta essa fofoca de Alckmin como vice, mas a esmagadora maioria do povo brasileiro e a militância de base que mais sofre com as consequências nefastas desse golpe são contra essa armadilha que só favorecerá a burguesia, o principal inimigo do povo brasileiro.

É preciso esclarecer o contexto político e desmascarar os inimigos do povo, como Geraldo Alckmin, ressuscitado agora pela Frente Ampla, que é mais uma articulação golpista da burguesia contra qualquer governo popular.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.