Menu da Rede

Paulo guedes

Ministério de Paulo Guedes acumula perda de 16 auxiliares

  • Capa
  • Política
  • Filha de Pazuello é nomeada em empresa pública na gestão Crivella

Aos moldes da Ditadura

Filha de Pazuello é nomeada em empresa pública na gestão Crivella

Tal como em 1964, a burguesia e os militares vão colocando seus familiares em cargos estratégicos para manter ou criar alianças. Política nova? Velha!

A mando de Bolsonaro ? – Foto: reprodução

Receba o DCO no Email

A “mamata” à ditadura de 64, vai muito bem, obrigado! Assim, esta sendo noticiado que a filha do novo ministro interino da Saúde, o militar Eduardo Pazuello, foi nomeada para o cargo de supervisora na Diretoria de Gestão de Pessoas da RioSaúde, empresa pública da prefeitura do Rio de Janeiro.

A nomeação de Stephanie dos Santos Pazuello, publicada nesta quinta-feira (23) no Diário Oficial, tem data de 6 de julho, o que indica a ocupação do cargo desde o início do mês.

Com o mencionado no começo da matéria, o “cabide de empregos” da ditadura de 1964 está de volta e a todo vapor, mostrando que Bolsonaro não trouxe nada de novo, mas sim, o velho. Este, na verdade, é o mais velho esquema da burguesia como um todo, colocando os parentes em cargos de empresas e etc.

Aqui, a crise no Rio de Janeiro com setores da burguesia contra Bolsonaro, deve ter levado os golpistas do Planalto a traçar um plano de reconquistar alianças, e, então, colocando uma parente de militar em uma das áreas mais estratégicas.

A nomeação em um contexto em que a prefeitura do Rio tenta desativar o Hospital de Campanha do Riocentro sob o argumento de que o surto do coronavírus já está controlado na cidade, é a política de Bolsonaro nos estados.

Já sobre o desdobramento desta política familiar, nesta quarta-feira (22), Isabela Braga Netto, filha do ministro da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto, desistiu de ocupar um cargo na gerência da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) após a repercussão negativa na imprensa e nas redes sociais. Ela receberia um salário de R$ 13 mil. Braga Netto seria o quarto militar próximo a Bolsonaro a nomear filhos com bons cargos no governo. Filhos do general Hamilton Mourão, vice-presidente da República, do general Eduardo Villas Boas e do Almirante Almir Santos também ganharam cargos no governo Jair Bolsonaro.

Nada de novo na ditadura militar da direita.

 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.