Menu da Rede

enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

  • Capa
  • Esquerda
  • Fortalecer o Bloco Vermelho contra o golpe do PSDB

Frente ampla tenta manobrar

Fortalecer o Bloco Vermelho contra o golpe do PSDB

Fortalecer o bloco de luta, vermelho, dos trabalhadores, que quer derrubar Bolsonaro e conquistar suas reivindicações, contra a direita golpista que quer o "fica Bolsonaro"

No comando do “bloco amarelo”, o governador João Doria (PSDB) – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Uma semana depois de se reunirem na sede do partido que foi o principal articulador do golpe de Estado, o PSDB, em São Paulo, agrupamentos da tradicional e reacionária direita paulista – os mesmos que organizaram os “coxinhatos” junto com os fascistas mais diretamente ligados a Bolsonaro – anunciaram que pretendem comparecer aos atos da esquerda, das organizações dos trabalhadores, neste dia 24, na Avenida Paulista.

Bloco contra Lula e pelo “fica Bolsonaro”

A publicidade da frente direitista, golpista, cinicamente autointitulado de “bloco democrático, em defesa da vida e da democracia”, surgiu nas redes sociais, poucas horas depois do porta-voz do tucanato, a Folha de S. Paulo, anunciar:

Na avenida Paulista, legendas que se declaram de centro e buscam se descolar do PT terão um caminhão de som próprio. Com isso, buscam atrair manifestantes contrários ao presidente que não querem ser carimbados por Bolsonaro como esquerdistas ou apoiadores do ex-presidente Lula.

Mandei a prova do crime no chat do RD, caso queria mostrar.

No Twitter da ultra pelega Força Sindical e de outros setores da direita logo surgiu o card em que se anuncia a aliança de um verdadeiro “bloco amarelo” que, além do PSDB, contaria também com a presença de outros partidos direitistas (sublegendas tucanas) como o Cidadania, Solidariedade, Partido Verde, além de partidos da pseudoesquerda burguesa que apoiaram o golpe, como o PSB, PDT e Rede, bem como entidade vinculadas a outros partidos reacionários e patronais como a UGT, presidida por um dirigente do PSD de Gilberto Kassab (que integra a base de apoio do governo Bolsonaro), Livres (ligada ao PSL) e ONGs de Jorge Paulo Lemann.

Mostrando que tal bloco é, majoritariamente, o bloco da frente ampla, dos setores da direita golpista que pretendem contar com o apoio ou a traição de setores da esquerda pequeno-burguesa, também integram o mesmo o PCdoB e as entidades por ele dirigidas como a UNE, UJS, CTB, Unegro etc.

Tal coalizão com golpistas e algumas vítimas menores do golpe de Estado, como é o caso do PCdoB (que integrou os governos de Lula e Dilma), torna ainda mais claro a defesa ardorosa que esses setores fizeram nos últimos dias em torno da participação de cabos eleitorais do PSDB nos atos. Para isso, inclusive, não economizaram calúnias contra o PCO e outros setores da esquerda que se opuseram à presença dos algozes do povo brasileiro, “pais” de Bolsonaro e que são favoráveis à sua permanência no governo nas manifestações: vale lembrar que o PSDB, bem como alguns outros integrantes do bloco, não assinou um único pedido de impeachmet do presidente que eles ajudaram a eleger, com a fraude das eleições de 2018, graças à condenação e prisão ilegal de Lula, como parte da criminosa operação Lava Jato, que eles apoiaram.

Os cínicos e farsantes que querem se passar por “oposição” e quebrar a manifestação que pode derrubar o governo estão também entre os partidários de toda a política criminosa que os governos de Temer e Bolsonaro e todo o Congresso golpista adotaram contra o povo brasileiro, aprovando o congelamento dos gastos públicos e as “reformas” trabalhista (que destruiu a CLT) e da Previdência (que comprometeu a maior parte das aposentadorias).

Nesse bloco, estão os partidos que deram mais votos para estes ataques contra o povo do que os próprios “partidos bolsonaristas”. O integram também os fervorosos defensores e praticantes das privatizações, tendo à frente justamente o PSDB (imbatível neste quesito), e que conta cada vez mais com a colaboração de setores como o PDT, de Ciro Gomes, como no caso da privatização da água e esgoto.

Contra o Bloco Vermelho

O bloco dos amarelos, da “gente limpinha e cheirosa” evidencia a tentativa já mais explícita de tentar conter o ímpeto combativo das manifestações que se levantaram no País, a partir do 1º de Maio de Luta, da Praça da Sé, e das manifestações que uniram toda a esquerda – desde 29 de maio – que foram crescendo e ficando cada vez mais vermelhas, representando um perigo não só para o governo Bolsonaro mas para toda a direita golpista que apoia o fundamental de sua política genocida, de entrega da economia nacional e destruição das condições de vida do povo.

Por isso, esses partidos e sua venal imprensa golpista clamaram contra o “excesso de vermelho nos atos” e atacaram o PCO.

A Folha não deixa dúvidas em meio à sua pregação caluniosa:

O protesto do dia 3 deste mês foi marcado também pela agressão de militantes do PCO a integrantes do PSDB que participavam pela primeira vez da movimentação na Paulista. A situação colocou em xeque a ampliação ideológica das manifestações, que vinha lentamente ganhando corpo.

A “ampliação ideológica” é a repetição da política reacionária que se viu em outros momentos de aguda crise do regime burguês em que o povo se levantou, ameaçou os pilares do regime e a direita se articulou (com apoio de setores traidores da esquerda) para conter e dominar as manifestações, como se viu na campanha das Diretas (década de 80), no Fora Collor (década de 90) e, mais recentemente, nos protestos de julho de 2013.

O PSDB é quem comanda e patrocina o “Bloco Democrático” e tenta usurpar e rebocar a manifestação contra a esquerda, a juventude combativa e demais setores explorados e suas organizações de luta.

Derrotar a direita nas ruas

É uma resposta da direita golpista à evolução à esquerda das mobilizações, destacadamente do chamado feito pela maior organização de trabalhadores do País, a Central Única dos Trabalhadores, a que seus sindicatos e demais entidades filiadas (são mais de 4 mil) convoquem a manifestação, mobilizem os trabalhadores por suas reivindicações, e da conformação cada vez mais evidente de um amplo e combativo Bloco Vermelho, que o PCO e os Comitês de Luta de todo o País impulsionam.

Nessas condições, o ato pelo Fora Bolsonaro fica ainda mais polarizado: de um lado, a direita tentando se infiltrar; de outro, o Bloco Vermelho como vanguarda combativa para que o ato seja integralmente um ato popular, da esquerda e dos trabalhadores.

Por isso é fundamental reforçar o Bloco Vermelho. Mais do que nunca mobilizar os trabalhadores, a juventude, todos os setores classistas pelo Fora Bolsonaro e por suas reivindicações contra o governo do capitão fascista e toda a direita golpista.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.