Menu da Rede

boulos (1)

Rui: como é possível que seja legal o financiamento estrangeiro?

  • Capa
  • Esquerda
  • Bruna Brelaz processa a esquerda e recebe apoio só da direita

Usurpadora da UNE

Bruna Brelaz processa a esquerda e recebe apoio só da direita

Segundo a representante ilegítima da entidade estudantil, o pelego deveria ser tratado a pão de ló

Bruna Brelaz – Foto: Divulgação/UNE

Receba o DCO no Email

Ninguém a conhece, nem votou nela. Mas a amazonense Bruna Brelaz já coleciona pelo menos uma dúzia de entrevistas aos principais órgãos da imprensa capitalista brasileira. O tema? Sempre o mesmo: que a esquerda deveria se unir com a direita em uma tal de “frente ampla”.

Bruna Brelaz fala por si própria — ou melhor, pela cúpula oportunista que controla o PCdoB e que anda de mãos dadas com os mesmos que derrubaram o governo de Dilma Rousseff e jogaram o ex-presidente Lula em um calabouço. No entanto, desde um pseudocongresso realizado em julho deste ano, Bruna Brelaz tem sido chamada por aí de “presidenta” da maior entidade estudantil do País, a UNE. Uma fraude, assim como a que levou Bolsonaro ao governo: chamaram um evento virtual, em que a esmagadora maioria dos estudantes sequer ficou sabendo, e escolheram-na como representante máxima da UNE.

Na última quinta-feira (21), Bruna Brelaz foi agraciada mais uma vez com um espaço na Folha de S.Paulo. Em artigo de título “Presidente da UNE recebe apoios em série após ataques racistas, machistas e políticos”, o jornal golpista apresenta declarações de vários políticos em defesa da presidenta ilegítima. Todas, não por coincidência, com uma coisa em comum: vieram das bocas mais imundas do regime brasileiro.

Entre os “apoiadores” de Bruna Brelaz, estão a aecista Marina Silva (Rede), a gerontofóbica Tabata Amaral (PSB), antigos dirigentes pelegos da UNE, como Carina Vidral, o golpista Fábio Trad (PSD) e o antipetista Ciro Gomes (PDT). Em suma, todos inimigos da esquerda, dos estudantes e do movimento operário.

E por tanto “apoio? Porque, supostamente, Bruna Brelaz teria sido “atacada” por setores “minoritários” da esquerda. Setores que, segundo a própria usurpadora, seriam próximos ao bolsonarismo.

Ora, mas os setores acusados de tal “crime” são aqueles que mais representam o movimento operário e popular vivo: o PCO, o partido do “Fora Bolsonaro”, e o ator José de Abreu, expressão da ala lulista do PT. E os “ataques”, na verdade, não passam de críticas à vergonhosa atuação de Bruna Brelaz: a presidenta ilegítima participou do ato do MBL e do PSDB do dia 12 de setembro, encontrou-se com Fernando Henrique Cardoso e defende a submissão da esquerda à direita golpista. Os “ataques” são a defesa da esquerda de seus inimigos.

Como se fosse pouco receber apoio de tudo o que é direitista e picareta, Bruna Brelaz ainda declarou que vai utilizar os mesmos métodos de Bolsonaro, do Partido Novo e do PSDB contra seus adversários: “As medidas judiciais serão tomadas”. Em outras palavras: Bruna Brelaz irá processar a esquerda, acionar Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e os carrascos dos negros brasileiros contra a esquerda. E o motivo? Porque a esquerda incorreu no crime de chamar o preto de preto, o pelego de pelego, o bandido de bandido, a capitã do mato de capitão do mato.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.