Menu da Rede

A farra das empresas de ônibus com dinheiro público

  • Capa
  • Esquerda
  • Alckmin é uma imposição da burguesia para sabotar Lula

Um golpe

Alckmin é uma imposição da burguesia para sabotar Lula

Os golpistas procuram de todas as maneiras sabotar uma candidatura de Lula e reivindicações populares para ganhar as eleições em 2022.

Toda corja golpista é repudiada pela população reunida – Foto: reprodução

Receba o DCO no Email

O bilionário Pedro Passos, um dos donos da Natura, concedeu uma entrevista para o jornal Valor Econômico nessa sexta-feira (03/12) onde expõe sua opinião sobre o ex-presidente Lula. durante a entrevista, Pedro Passos critica Lula e o PT por sua política contra as privatizações e em relação aos preços do gás e da gasolina, e dá declarações sobre a candidatura de Lula com o vice na pessoa do “ex” tucano, Geraldo Alckmin, hoje no PSDB de São Paulo.

O dono da Natura vê com bons olhos a aproximação de Lula com Geraldo Alckmin porque o “ex”-tucano não seria um radical. “Um passo inteligente de Lula para o centro, uma vez que Alckmin não é um radical”, disse o bilionário. Essas declarações são importantes porque são dadas por um elemento da burguesia dominante no Brasil e que não somente foi um entusiasta do golpe em 2016, como trabalhou para a realização do golpe. Financiou a candidatura da pelega e ex-petista Marina Silva para atacar o PT e retirar votos de Dilma Rousseff na campanha eleitoral e buscou de todas as maneiras apoiar o impeachment.

A declaração expõe porque a imprensa golpista está divulgando tanto essa fofoca, pois não foi confirmada nem pelo PT e pelo PSB (para o qual Alckmin supostamente irá), e há muita insistência no tema em relação a setores que apoiam a frente ampla e o isolamento do PT, como a golpista que dá grande destaque para Boulos e o PSOL, a Folha de S.Paulo. De fato, esse boato serve como uma tentativa de desmoralizar a candidatura de Lula à presidência da República no ano que vem.

A burguesia apoia essa ideia e a propaga porque é uma associação à figura de Lula de um elemento da política que não tem nenhum apelo popular e ainda é odiado pela população e, em particular, pelos servidores públicos paulistas, como os professores que foram amplamente atacados por Alckmin e pelo PSDB em São Paulo.

Em primeiro lugar, Geraldo Alckmin é odiado pela população. É responsável pela destruição do estado de São Paulo e por ataques aos trabalhadores paulistas, com privatizações e arrocho salarial. Tanto foi assim que em 2018 em sua campanha eleitoral concedeu entrevista à golpista Veja dizendo que se eleito iria “privatizar tudo o que for possível”. Colocar esse elemento asqueroso como vice somente prejudicaria a campanha de Lula.

Mesmo com esse histórico e enorme repúdio das bases do Partido dos Trabalhadores, caso a burguesia consiga impor Geraldo Alckmin como vice de Lula em 2022 vai apenas servir para funcionar como um freio na candidatura de Lula e em qualquer impulso mais à esquerda durante as eleições e no posterior governo caso ganhe as eleições. Impondo também uma política direitista e de ataques aos trabalhadores.

Este fato é muito importante porque essas eleições serão talvez uma das mais polarizadas e disputadas da história do país e o que vai deslocar ainda mais a população para o lado de Lula são propostas mais radicais e nacionalistas, com apelo popular muito grande. Um vice de direita para controlar essas propostas vai beneficiar o candidato da direita e tirar votos da candidatura de Lula.

É uma pressão para Lula não se apoiar nos trabalhadores e na população mais explorada para passar a ilusão de que a burguesia vai apoiar a sua candidatura e, consequentemente, vai buscar apoio entre os empresários e fazer uma campanha “light” com um setor odiado pela população, favorecendo ainda mais Bolsonaro e uma possível terceira via.

É evidente que a Folha de S.Paulo inventou esse fato para pressionar setores direitistas do PT a aceitar o tucano disfarçado Geraldo Alckmin. Logo após, a ala direita do PT foi pressionada pela burguesia para aceitar e propagar essa ideia.

Nesse caso, Lula e o PT vão esperar um apoio da burguesia que não vai ocorrer e as eleições, um terreno muito desfavorável para a esquerda, será entregue novamente de mão beijada para a burguesia golpista.

Somente os mais ingênuos e oportunistas da esquerda que estão atrás de cargos não enxergam essa manobra da burguesia para atacar a candidatura de Lula em 2022 visto que as pesquisas, mesmo manipuladas, mostram Lula ganhando até no primeiro turno, e a direita não conseguindo de maneira alguma emplacar um candidato da terceira via. Vão sabotar de todas as maneiras a candidatura de Lula e com Alckmin de vice, setores da esquerda, como o PSOL, irão encontrar a desculpa que precisavam para não apoiar Lula e defender ainda mais a frente ampla.

É uma candidatura que está sendo impulsionada porque Lula foi banido do sistema político e amplamente atacado pela burguesia e seus meios de comunicação venais, como a Rede Globo. Impor o “ex” tucano como vice é uma demonstração contrária à candidatura antissistema de Lula e a um acordo com o setor político mais repudiado e sem apoio da população, a direita tradicional.

Cabe às organizações da esquerda e, em particular às bases do PT, repudiar esse boato criado e que está sendo negociado pela burguesia para sabotar a candidatura de Lula. É preciso lutar por uma chapa que represente os trabalhadores e mostre uma cara antissistema e anti-Bolsonaro para ganhar as eleições e mobilizar os trabalhadores para defender a candidatura e um possível governo de Lula.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.