Menu da Rede

Lula no Senai

Quem é mais de esquerda? Um torneiro mecânico ou um acadêmico?

  • Capa
  • Política
  • Cavalo de Troia: PSB faz alianças com aliados de Bolsonaro

Dormindo com o inimigo

Cavalo de Troia: PSB faz alianças com aliados de Bolsonaro

O PT está fazendo alianças com um partido que o boicota abertamente. Por isso é preciso romper com todos os direitistas e se apoiar apenas na classe trabalhadora.

O PSB de Alckmin é mais aliado de Bolsonaro do que de Lula – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O ditado popular diz que devemos manter os amigos por perto e os inimigos ainda mais perto. Frase dita por Michael Corleone no filme “O Poderoso Chefão II”. É óbvio que um  caso está relacionado com os cuidados que devemos ter e o outro com  instinto de sobrevivência. Se um inimigo é perigoso, um falso amigo é infinitamente mais perigoso e requer muita atenção para manter a própria existência.

Se um falso amigo é mais perigoso que um inimigo, se unir a ele é ato de pura insanidade, de tentativa de autodestruição, é buscar o caminho da derrota. E é isso que a coligação do PT com o PSB trará ao PT, sem que não se veja nenhuma vantagem com essa coligação. Trata-se de aceitar um “presente de grego” sabendo da tragédia anunciada. Não faz o menor sentido isso.

A convenção regional do PSB no Mato Grosso do Sul aprovou aliança com Eduardo Riedel (PSDB) que já estava fechado com Bolsonaro. O PT lançou a candidatura de Giselle Marques ao governo. O presidente estadual do PSB, Ricardo Ayache, defende apoio formal aos tucanos e que estará na campanha de Lula.

Como conseguirá estar em dois palanques ao mesmo tempo, ele não explicou. Explicou que o apoio aos tucanos é devido ao apoio recebido deles em apoio à candidatura de Marcelo Freixo (PSB) no RJ.

No Mato Grosso o mesmo ocorre, o PSB fechou aliança com a candidatura de Mauro Mendes (UNIÃO BRASIL) que apoia e também é apoiado por Bolsonaro. Ou seja, fecha aliança formal com o partido União e diz apoiar a candidatura de Lula. Uma farsa declarada.

Um pedido de Alckmin surtiu efeito e a candidatura de Natasha Slhessarenko para o Senado pelo PSB deixou de existir. O objetivo do vice era o apoio ao candidato ruralista Neri Geller (PP) que faria a ponte entre os latifundiários e o governo, mas o PSB não aceitou a aliança.

No Paraná o PSB definiu por ficar neutro nas eleições estaduais, mas apoiando a candidatura de Álvaro Dias (Podemos) para o senado. A maioria do partido apoia a reeleição de Ratinho Jr do PSD que fechou aliança formal com o PL e a reeleição de Bolsonaro. 

Luciano Ducci, deputado estadual do PSB, afirma que a posição da filial do PSDB é de “independência” e que não haverá conflitos entre as eleições estadual e nacional: “vamos fazer a campanha para Lula e Alckmin”. É uma farsa declarada com todas as letras.

No Tocantins o PSB lançou Carlos Amastha, ex-prefeito de Palmas como candidato ao senado e não lançou para o governo. Já o PL lançou candidato ao governo do estado mas não lançou para o senado. O candidato é Ronaldo Dimas. Que estranha coincidência não acham? Só idiota para acreditar nisso. Assim o palanque de Lula será apenas o ex-deputado Paulo Mourão (PT), pois boa parte dos deputados do PCdoB e PV apoiam Vanderlei Barbosa (Republicanos) que apoia Bolsonaro. Isso transforma a federação num “casamento de fachada”. E o povo é grande enganado nessa história.

Em Roraima, o PSB apoia a candidatura de Teresa Surita (MDB) na coligação com o PL de Bolsonaro. O PT apoia a candidatura de Rudson Leite (PV) que apoia informalmente o bolsonarista candidato a senador Telmário Mota (Pros).

O líder do PSB de Alagoas e prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, próximo da família Bolsonaro e que inclusive participou de atos com o presidente, apoia a candidatura para reeleição de Paulo Dantas (MDB) que é apadrinhado por Renan Filho, ex-governador.

PSB e PT contam ainda com o imbróglio de duas candidaturas ao senado no RJ e RN e estarão em palanques distintos na Paraíba, Ceará, Amazonas, Acre e Rio Grande do Sul e Distrito Federal, mas sem apoio a candidatos a governador ligados a Bolsonaro, conforme matéria do jornal golpista Folha/Uol.

A candidatura de Lula sem mesmo ser oficializada já indicava que seria vitoriosa até mesmo no primeiro turno, sem coligações, federações, ou qualquer que fosse o vice. Lula sozinho já estaria eleito sem mais delongas, dependendo apenas das próprias forças ─ isto é, do PT, da CUT e do movimento popular, que o apoia.

Sendo assim, a pergunta que não quer calar é, qual o sentido de fazer coligações e colocar o vice de um partido de direita como é o PSB, indiscutivelmente? Não faz sentido. E o resultado já começa a aparecer com a perda de votos até mesmo nos locais onde a votação de Lula sempre foi mais forte, que é o norte e nordeste. 

O Cavalo de Troia começou a despejar as forças contrárias ao movimento de eleger Lula. Quem seria o “poderoso chefão” neste caso? Lula ou Alckmin do PSB? Fazemos aqui alusão ao filme onde a frase foi articulada. Quem ganha e quem perde?

Uma coligação indica a necessidade de união de forças para alcançar um objetivo em comum. Neste caso, eleger um candidato de esquerda e não alinhado ao imperialismo. Mas Alckmin é homem de direita e alinhado com o imperialismo. Como esperar que some algum voto para Lula? Não vai e ainda deixa Lula e o PT andando no fio da navalha o tempo todo.

Concretizada a coligação com o vice Alckmin, foram feitas apresentações públicas dos candidatos em ambiente fechado e com enormes dificuldades de participação popular através de enormes aparatos burocráticos que dizem que seriam para garantir a segurança. Segurança de quem? Do povo? de Lula? Não, é a do vice, evidentemente, que não é aceito nem pelo povo nem pelos militantes do PT. Esse artifício é para garantir a segurança do vice, sejamos coerentes. O povo e os militantes adoram Lula e já o demonstraram em inúmeras vezes nas campanhas passadas, por exemplo.

Se o PSB e Alckmin não acrescentam absolutamente nada em termos de votos e imagem pública para o processo eleitoral da esquerda, o contrário não é verdadeiro. Lula e o PT acrescentam muito ao PSB e a Alckmin. Dão uma certa aparência de esquerda, de democracia a estes, ao mesmo tempo que diminuem essas características deles próprios perante os trabalhadores.

 Alckmin sempre foi o candidato preferido do imperialismo, e pela política adotada nos governos do estado de São Paulo acumulou extremo ódio por parte da população e dos trabalhadores, que com essa coligação eleitoral desfazem ao menos em parte o ódio por ele.

 O efeito nefasto disso é que confundem os trabalhadores e o povo em geral simpáticos a Lula e ao PT. A coligação deixa o inimigo público dos trabalhadores no mesmo palanque que seu maior representante, numa coligação que pretende governar junto o país que já arrancou quase tudo dos trabalhadores. O emprego, rebaixamento dos salários, perda de direitos trabalhistas e previdenciários, de postos de saúde, de escolas e responsável pelas mais de 600 mil mortes por covid-19 sem atendimento adequado a ela, etc.

 Estão juntos o que quer melhorias para os trabalhadores e o que quer o pior para eles. Para que lado irá pender a balança no final das contas? Para os trabalhadores ou para as empresas? O tamanho da crise parece não deixar dúvidas. A crise se acentua diariamente há anos.

 E essa aliança com o PSB, um partido que, na verdade, está sendo beneficiado, se apoiando no PT em vez de realmente o apoiar. O PT deveria se apoiar na classe trabalhadora que sempre apoiou o partido, e não nesses traíras que na primeira oportunidade tiram o corpo fora.

Isso é o que seria lógico e correto de acontecer, afinal os trabalhadores sempre apoiaram seu maior líder, mesmo que este tenha uma política moderada e muitas vezes até mesmo direitista.

A legenda de Alckmin, o PSB, não estará no palanque com o PT em 11 estados e no Distrito Federal. A política adotada pelo PSB nos estados foi por candidaturas próprias, neutralidade e até mesmo coligações com candidatos a governador que apoia Bolsonaro.

Após os governos do PT, tanto Temer como Bolsonaro fizeram política de terra arrasada no país, retirando tudo que puderam dos trabalhadores e entregando a Petrobras, Eletrobrás, etc. fatiadas ao capital estrangeiro imperialista e praticamente de graça. Os lucros dessas empresas passam a ser destinados a seus proprietários nos paraísos fiscais da Europa e EUA, ao invés de ser usado para a melhoria das condições de vida e emprego dos brasileiros.

Só com a força dos trabalhadores brasileiros podemos reverter a grave crise econômica e social que empobrece a cada dia o povo e aumenta os lucros do imperialismo. É preciso dar um basta a isso tudo e é nas ruas em fortes movimentos de trabalhadores para derrotarmos a nefasta política neoliberal do imperialismo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Blogues

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Movimentos

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”