Menu da Rede

PSDB/MDB levam a maior aumento desde 2015 do custo de vida

  • Capa
  • Polêmica
  • PSOL faz frente com partido de extrema-direita em SP

Orientação

PSOL faz frente com partido de extrema-direita em SP

Estadão comemora parceria entre PSOL e Novo, partido da extrema-direita sob pauta identitária

Herika Hilton (PSol) e Cris Monteiro (Novo) posam para foto. – Reprodução

Receba o DCO no Email

Alguém já disse que ‘o caminho para o Inferno está pavimentado das boas intenções’. Quando a direita (ainda mais pela voz do Estado de S. Paulo) vende uma história bonita tal como a união da transexual negra de esquerda com a milionária branca da Vila Madalena; rompimento de barreiras ideológicas; quebra do discurso de ódio; convívio; diálogo com o diferente… Pode ter certeza que é para encobrir alguma falcatrua.

Nesta quarta-feira (20/10), o jornal publicou uma matéria intitulada Rivais na política, vereadoras do PSOL e do Novo se unem contra a violência trans”. O artigo celebra a parceria entre Herika Hilton (PSol) e Cris Monteiro (Novo) em uma CPI criada para investigar a violência contra pessoas trans e travestis no Brasil. Aqui, deveríamos nos perguntar por que um partido de esquerda tem de se juntar a um de extrema-direita. Se bem que a resposta do PSol até se advinha, “é por uma causa nobre”.

Uma “história de superação”

O jornalão da direita toma o cuidado de nos apresentar a biografia sofrida de Cris Monteiro a “ex-recepcionista suburbana”, que foi vítima de bullying na infância, que era filha de taxista e empregada doméstica, que foi recepcionista de banco e com muita dificuldade pagou a faculdade de Ciências Contábeis. Mas, claro, venceu na vida graças ao esforço, tem mérito. Uma espécie de Tabata Amaral com mais quilometragem.

Calma, tem mais: o jornal dá a entender que se trata quase de uma esquerdista, uma estranha no ninho no Novo, pois a nobre vereadora defende a descriminalização do aborto e o debate sobre gêneros nas escolas. Se bem que, ao mesmo tempo, defende ajuste fiscal e Estado menor. Claro que as escolas vão ficar ainda mais precarizadas com os ajustes fiscais e o tal ‘Estado menor’ (menor para o povo e maior para os capitalistas), sem mencionarmos o fato de que isso vai ferrar a vida de trans, travestis, negros, negras, indígenas, idosos… mas isso é um ‘detalhe’.

O identitarismo ataca novamente

A direita abraça as pautas identitárias porque isso não leva a nada, ou melhor, desarticula a verdadeira luta pelos direitos democráticos da população, uma vez que substitui a luta geral dos oprimidos por lutas individuais ou parciais. Além de ser um ótimo palanque eleitoral.

Boa parte da esquerda, ou iludidos do campo progressista, tendem a ver com bons olhos essas medidas que, no fundo, não passam de demagogia. O Novo apoiou Bolsonaro, o governo Romeu Zema, seu aliado, em Minas Gerais é uma tragédia. Ricardo Salles, aquele que adora ver uma boiada passar, sempre foi do Novo, partido que apoia BolsoDoria. Ora, que polícia é mais fascista e mais viola os direitos das minorias que a do Estado de São Paulo? Um partido que está ajudando a aprovar o Sampaprev, que vai roubar 14% da aposentadoria do funcionalismo paulista está interessado em defender direitos?

O que o PSOL faz, com vereadora sua posando ao lado de figuras da extrema-direita, é um grande desserviço, coloca o partido a reboque desses setores ultrarreacionários e ajuda a limpar a imagem desses verdadeiros abutres que jogam cada vez mais a população na miséria. Isso, a despeito de todo o blá blá blá identitário, inclui todos os gêneros.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.