Menu da Rede

Venezuela e China vão ampliar cooperação científica e tecnológica

  • Capa
  • Polêmica
  • PSOL: denunciar na ONU ou mobilizar as mulheres?

Distribuição de absorventes

PSOL: denunciar na ONU ou mobilizar as mulheres?

Após veto de Bolsonaro, bancada do PSOL no Congresso irá apresentar denúncia do governo para a ONU ao invés de mobilizar as mulheres

Mobilização de mulheres é a única saída para conquistar suas reivindicações – Foto: reprodução

Receba o DCO no Email

Nesta semana Bolsonaro vetou a PL 4968/2019 de autoria de Marilia Arraes (PT), que previa a distribuição gratuita de absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade.

O projeto é o primeiro no país que busca combater a pobreza menstrual, que é uma situação vivenciada por mulheres e meninas devido à falta de recursos, infraestrutura e conhecimento para que tenham plena capacidade de cuidar da sua menstruação. De acordo com dados da ONU (Organização das Nações Unidas), no Brasil, uma em cada quatro mulheres enfrenta o problema; ainda de acordo com a ONU o acesso à higiene menstrual deve ser tratado como uma questão de saúde pública e um direito humano.

As mulheres e meninas que enfrentam a pobreza menstrual usam pedaços de pano, miolo de pão, folhas de árvores para conter a menstruação, métodos inadequados e que acarretam riscos à saúde. Além disso, meninas e adolescentes em idade escolar perdem 45 dias letivos durante o ano devido à falta de absorventes, o que colabora para a manutenção da desigualdade entre homens e mulheres.

O projeto vetado por Bolsonaro beneficiaria cerca de 5,6 milhões de mulheres em todo o país, que seriam estudantes de baixa renda, mulheres em situação de vulnerabilidade social e presidiárias. O projeto ainda previa a inclusão de absorventes nas cestas básicas distribuídas pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Na última quinta-feira (07), a bancada do PSOL no Congresso iniciou um abaixo assinado para denunciar o veto de Bolsonaro à ONU, deixando de lado, entretanto qualquer possibilidade de mobilização das mulheres e de toda a população para colocar Bolsonaro na parede.

Apenas a mobilização popular feminina pode garantir o direito das mulheres. Não será por meio de setores imperialistas e burgueses que estes direitos serão garantidos. Entretanto, ao invés de o PSOL mobilizar as mulheres para lutar por seus direitos, apresenta uma queixa formal à ONU pedindo que a entidade se “posicione e cobre explicações” do governo.

Não é a primeira vez que o PSOL transfere a resolução dos problemas das mulheres para uma organização dominada pelo imperialismo, e deixa de lado a organização das mulheres, que são as únicas que podem mudar na situação. Isso demonstra que o partido é adaptado ao imperialismo e espera que estas entidades resolvam os problemas da população. As queixas-crimes apresentadas pelo PSOL ao STF, PGR, MPF e à própria ONU em outras ocasiões não resultaram em nada, como já foi observado em outras situações. Os problemas das mulheres só serão resolvidos com a mobilização feminina.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.