Menu da Rede

Paulo guedes

Ministério de Paulo Guedes acumula perda de 16 auxiliares

Só que não

São João Doria, protetor dos mendigos

BolsoDoria faz concurso para ser o maior demagogo de todos os tempos

Na verdade, Doria é o Santo do pau oco (ou, segundo as más línguas, do pau murcho) – Ilustração: Aurora Antiespecista

Receba o DCO no Email

No verdadeiro comício eleitoral de sua candidatura à presidência em 2022, organizado oficialmente pelo MBL em 12 de setembro na Avenida Paulista, João Doria fez muita demagogia. Não apenas com a saúde e os LGBT, mas também com os sem teto. Disse ser um defensor da população de rua.

Sim. Após se passar por gari, por “grande gestor”, por nazista, por cientista e por gay, agora João Doria tenta se passar por um santo protetor dos sem teto, moradores de rua e mendigos.

Vamos deixar para trás o famoso episódio em que a prefeitura de São Paulo, então chefiada por Doria, em julho de 2017, despejou jatos de água gelada em moradores de rua na Praça da Sé em uma das madrugadas mais frias daquele período na cidade.

Esqueçamos também as declarações da primeira-dama do estado, Bia Doria, em plena pandemia no ano passado, quando ela disse que não seria correto alimentar moradores de rua porque isso incentivaria a vagabundagem. “A pessoa (o morador de rua) tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua, porque a rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua. A pessoa quer comida, ela quer a roupa, ela quer uma ajuda e não quer ter responsabilidade”, disse à época.

Ignoremos, ainda, que entre março de 2020 e junho de 2021, o estado de São Paulo, governado por São João Doria, protetor dos mendigos, realizou 3.970 despejos ─ representando 28% de todos os despejos executados no País no mesmo período.

Temos de fingir que Doria, o imaculado, não vetou projeto de lei, no dia 29 de julho, que justamente impedia que fossem feitos despejos durante a pandemia. Sim, São João Doria vetou um projeto que impedia que os pobres ficassem desabrigados. O Santo do PSDB deu total carta branca para que os pobres continuem sendo jogados no olho da rua, vivendo embaixo de pontes e viadutos ou junto com os ratos da Praça da Sé.

Mas São João Doria, o piedoso, tem seus discípulos. Bruno Covas, que virou mártir, realizou uma obra milagrosa: conseguiu impedir que os moradores de rua dormissem até mesmo debaixo de viadutos! Sim, instalou pedras e pedras no chão de viadutos. Assim os moradores de rua, miseráveis sem teto, não teriam nem mesmo o “teto” de um viaduto onde poderiam ao menos se proteger da chuva.

O PSDB é tão inimigo dos moradores de rua e sem teto que, em 2014, pessoas em situação de rua realizaram uma manifestação no centro de São Paulo na qual queimaram um boneco de Geraldo Alckmin, então governador, porque sua polícia estava os atacando, expulsando dos locais onde vivem e ateando fogo em seus barracos para “limpar o terreno” durante a Copa do Mundo.

Precisamos falar do tratamento nazista dado pelo PSDB aos pobres coitados da Cracolândia?

Na verdade, Doria é o Santo do pau oco (ou, segundo as más línguas, do pau murcho). Doria e o PSDB são os maiores inimigos dos moradores de rua, dos sem teto, das pessoas em situação de mendicância, dos vendedores ambulantes e de toda a população pobre de São Paulo e do Brasil.

João Doria não tem escrúpulos para seguir como um fantoche as ordens da burguesia e do imperialismo. Agora o IdentiDoria não é apenas um LGBT engomadinho, mas também, estranhamente, um santo protetor da população de rua. Fala tudo isso ao mesmo tempo em que, na verdade, é o maior carrasco desse setor popular. Mas o que interessa é o marketing. Fará de tudo para vencer as eleições de 2022. Comer pastel em boteco já virou passado para os políticos burgueses.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.