Menu da Rede

Estadão tenta incriminar esquerda com os mesmos métodos do DCM

Fuzil no ombro do trabalhador

Por que o PCO defende o armamento

A burguesia está armada, através do Estado, para oprimir o povo. Este tem o direito de se defender dessa opressão

Membros do Not Fucking Around Coalition (NFAC), milícia negra armada dos EUA – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

A polícia e os jagunços dos latifundiários estão tocando o terror contra os camponeses pobres da LCP em Rondônia. 

É um extermínio programado, uma covardia imensa.

Tropas da PM e de outras forças de repressão, pistoleiros, milicianos, paramilitares etc. a mando do governo estadual e de Bolsonaro, que não passam de marionetes dos grandes latifundiários, aterrorizam os sem terra. 

Diante disso, os camponeses têm o direito de se defender. É um banho de sangue o que eles estão sofrendo, e estão indefesos. São famílias, crianças, mulheres, idosos, sendo trucidados. 

No campo, é preciso lutar pelo direito ao armamento, formar comitês de autodefesa e milícias camponesas. 

Nas cidades, principalmente nas favelas, a situação é parecida. Os pobres são massacrados diariamente. 

O Estado, controlado pela burguesia e pela direita, tem o monopólio do uso da força para defender a propriedade privada e esmagar os trabalhadores. 

É um direito democrático, que há séculos já era reivindicado pela burguesia então revolucionária na sua luta contra a monarquia. E foi colocado em prática, por exemplo, no período radical da Revolução Francesa, pelos jacobinos, ou, parcialmente, nos Estados Unidos, após a Revolução Americana.

Apesar de, em tempos atuais, quando a burguesia já não é mais uma classe revolucionária, e sim contrarrevolucionária e decadente, a liberdade do povo de se armar praticamente não exista em lugar algum, há ainda algum resquício, por exemplo, nos EUA.

Os trabalhadores e a população norte-americana, em geral, conseguiram manter, em alguma medida, o seu direito à posse e mesmo ao porte de armas ─ apesar de todas as restrições impostas pela burguesia no comando do Estado.

É claro, como bem diziam os revolucionários liberais da era de ouro da burguesia: o armamento da população é o que garante que o Estado não irá esmagar seu povo. Afinal de contas, o principal alicerce do Estado é o monopólio do uso da força para proteger a propriedade privada da burguesia.

Assim, a burguesia está armada. Ela tem o exército, a polícia e todos os outros órgãos de repressão, públicos ou privados. O povo não tem nada. Está indefeso diante da máquina de guerra dos seus inimigos que controlam o Estado.

Desse modo, não há como existir democracia. Pois democracia seria o poder do povo. Mas esse povo está submetido, na base da força, a um poder maior, ao poder da burguesia que controla o Estado pela força bruta das armas.

A única democracia que pode existir na etapa atual do desenvolvimento humano é a democracia construída a partir do fuzil apoiado no ombro de cada trabalhador. A democracia operária. A verdadeira democracia, onde quem manda é a esmagadora maioria da população, isto é, a classe trabalhadora.

Direito ao armamento amplo, geral e irrestrito, para que o povo possa combater a opressão que lhe é imposta pela burguesia!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.