Menu da Rede

enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

  • Capa
  • Editorial
  • Organizações artificiais querem tomar a frente do movimento

"Entidades" fantasmas

Organizações artificiais querem tomar a frente do movimento

É preciso que o movimento fora Bolsonaro seja dirigido por organizações que existem na prática e não apenas porque a direita dá 'audiência'

A CUT é a principal representante da população pobre e explorada – Foto: reprodução

Receba o DCO no Email

Há uma jornada de manifestações pelo fora Bolsonaro e a direita tem apresentado dificuldades em tomar controle desses grandes protestos pela derrubada do governo, pois existe em repúdio total à direita golpista. O que confirma é o repúdio da participação da direita, como o PSDB, e da total recusa dos predomínio do verde-amarelo nas manifestações como quer a burguesia e sua imprensa. Diante disso, uma manobra dos capitalistas está sendo inserir no movimento, de maneira totalmente artificial, “lideranças” e “entidades” que não existem na prática.

Há uma tentativa da burguesia de isolar representações e organizações que têm grande influência popular e estão inseridas dentro da classe trabalhadora, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) ou o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), e colocar entidades totalmente fictícias e muitas delas financiadas por entidades estrangeiras.

Entidades como a Coalizão Negras por Direitos, União Brasileira de Mulheres, “representantes” do movimento LGBT e até indígenas, entre muitas outras, e pessoas ‘independentes’, que não possuem nenhuma base para ser mobilizada, ou seja, representam apenas eles mesmos ou um pequeno grupo com reivindicações muito distantes da população. A característica dessas entidades e pessoas é não possuir nenhum trabalho popular, uma imprensa e apenas participações em ações burocráticas como reuniões e entrevistas à imprensa golpista.

Falam apenas por eles mesmos e em decorrência de ser entidades burocráticas não conseguem mobilizar ninguém que dizem representar.

São entidades e pessoas com discursos que agradam a direita e são impulsionados pela imprensa golpista, como a direitista Folha de S. Paulo que frequentemente elege e coloca em suas páginas pessoas e entidades sem nenhuma inserção nos movimentos populares.

Isso para substituir as entidades que sofrem influência dos trabalhadores e da população pobre e explorada e que este fato não ataque aos interesses da burguesia. Um bom exemplo disso é a participação da direita nos atos. É evidente que setores da esquerda que estão inseridos no meio da população rejeitam talvez não por vontade própria, mas por representar suas bases reais, que possuem uma grande rejeição a direita, em particular o PSDB. Fato que somente defende o PSDB nas manifestações entidades e pessoas que não respondem a nenhum setor popular ou que estão muito distantes de sua base, como o PSOL e PCdoB.

É preciso reverter esse quadro e colocar as organizações que realmente existem e representam de verdade os trabalhadores para tomar conta das manifestações e dos atos, senão esse movimento não irá se desenvolver devido à completa incapacidade da atual direção do movimento Fora Bolsonaro, que até poucos meses atrás eram contrários a política de sair às ruas e que, com o apoio da direita, estão sendo colocados como lideranças.

Se esse enorme movimento for derrotado não vai ser por ‘excesso’ de manifestações ou por apoio da população a Jair Bolsonaro e sim a essa direção de centro acadêmico que não sabe o que está fazendo e apenas toma decisões que confundem e estrangulam todo o movimento de luta contra Bolsonaro e a direita.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.