Menu da Rede

Acompanhe o Resumo do Dia na COTV

De acordo com a fé cristã

O pecado de duvidar de tudo

Como a esquerda pequeno-burguesa perdeu a capacidade de questionar, ficando completamente cega para a realidade a sua volta

Na Idade Média, aqueles que cometiam o pecado de duvidar de seus reis e da Igreja iam parar na fogueira – Foto: Getty Images

Receba o DCO no Email

Houve um tempo em que pessoas eram jogadas na fogueira por duvidar. Houve um tempo em que as ditaduras fascistas do mundo tinham como política de Estado desaparecer com aqueles que tinham a coragem de questionar. O tempo em que as pessoas eram consideradas hereges por ter a ousadia de olhar torto para seus reis e para a Igreja. O tempo em que duvidar era pecado… Ou pelo menos achávamos que esse tempo já havia passado.

Os direitos da população estão cada vez mais cerceados. A liberdade de expressão, o direito de protesto e até mesmo a liberdade de pensamento estão em risco, mas não só pela ação da burguesia, mas também pela ação da esquerda pequeno-burguesa.

Na visão da burguesia, é até compreensível. Ela teme aqueles que lutam pela sua liberdade, pois temem o progresso, no seu caso, da classe trabalhadora e das massas populares. Temem a perda do controle sobre o povo e sua consequente revolta frente a um sistema extremamente repressivo, que esmaga a população. Apesar de um dia já ter defendido a liberdade para ultrapassar o atraso do sistema feudal, hoje este pecado afronta a ela mesma.

Mas para a esquerda, isso é inaceitável. Por alguma circunstância, a esquerda perdeu a capacidade de questionar, e acaba condenando como pecador a todos aqueles que não a seguem. São cancelados, negacionistas e até mesmo fascistas, simplesmente por duvidar.

Um dos exemplos mais latentes dessa afirmação é a fé cega na dita “Ciência”. Essa tal “Ciência” afirmou que precisamos tomar uma vacina produzida em tempo recorde e sem nenhum tipo de testagem prévia, portanto devemos dizer “amém” e tomá-la — não interessa sua eficácia, seus efeitos colaterais, o tempo recorde na qual foi produzida, ou o fato de ser inteiramente controlada por empresas privadas. Não interessa se existem vacinas e até outras soluções mais baratas e eficazes que foram barradas e/ou ignoradas em alguns países por razões políticas, como as vacinas Sputnik V da Rússia ou a Soberana de Cuba.

Mas pior do que criar uma fé cega, é condenar aqueles que não a tem. O PCO vem sendo atacado de todos os lados por defender seus princípios, o que inclui a constatação de que se deve duvidar de tudo, o tempo todo. Para os religiosos que aceitam algo sem questionar, o ato de duvidar do PCO é um pecado, assim como na Idade Média. Não só duvidar, como também de se expressar, protestar, escrever, etc.

E é por isso que o trabalho de um partido revolucionário deve ser o de sempre duvidar. Não é como se faltassem provas — é sabido, por exemplo, que o imperialismo constantemente manipula situações para dar golpes de estado e reprimir quem quer que os incomode. O histórico de arbitrariedades do sistema capitalista não é pequeno e a situação se adapta à necessidade de lucros da burguesia. Se a vacina AstraZeneca está dando mais dinheiro, a propaganda sobre sua suposta eficácia será maior. Se a Pfizer gera mais lucro, ela sairá na frente nas próximas estatísticas, e assim sucessivamente.

Esse é um exemplo entre tantos. É também trabalho da esquerda duvidar do estado burguês e de todas as instituições que o compõem — duvidamos das diversas criações de leis sobre racismo, homofobia, aumento de penas para determinados crimes, etc. A justificativa para isso é bem simples: por que o governo Temer ou o governo Bolsonaro aprovaria algo que seria supostamente benéfico à esquerda e à população? Por que deveríamos confiar no judiciário, que prende milhares de pessoas injustamente todos os anos? Por que deveríamos confiar que uma lei aprovada é uma vitória sendo que as leis são constantemente manipuladas para atender aos interesses da burguesia?

Questionamentos não faltam e não vão faltar. Duvidar é nosso dever, sendo esse o melhor caminho para não cair nas ladainhas da burguesia. Existe muita manipulação por trás das ações da burguesia, o que deveria ser justificativa o suficiente para duvidarmos de tudo — e esse fato só é deixado de lado por aqueles que não querem sair de sua zona de conforto e duvidar se o que pensam está realmente correto.

Urnas eletrônicas serão controladas por empresa ligada ao PSDB, Moro e Dallagnol

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.