Menu da Rede

RCP: “Lugansk vive um governo operário”

  • Capa
  • Editorial
  • O identitarismo do PSDB é contra Lula, não contra Bolsonaro

Bolsogay e IdentiDoria

O identitarismo do PSDB é contra Lula, não contra Bolsonaro

Candidatos da 3ª via tucana declaram publicamente que seu inimigo é Lula e o PT, não o fascismo

Mais uma vez, identitarismo prova-se uma política da direita – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Quando militantes de base da esquerda expulsaram bate-paus do PSDB do ato na Avenida Paulista, no dia 3 de julho, a esquerda pequeno-burguesa frente-amplista, em peso, atacou o PCO para tentar disfarçar sua defesa do PSDB.

Um dos motivos pelos quais o PCO (alguns militantes do Partido, bem como do PT, participaram da confusão) teria agido de maneira bruta, violenta e mesmo “criminosa” (como acusou o pseudojornalista Renato Rovai) seria porque as “vítimas” eram da ala LGBT dos tucanos.

Artigos Relacionados

Na véspera do ocorrido, aconteceu algo que se provou depois uma farsa demagógica que se encaixa perfeitamente no quebra-cabeças da tática da 3ª via. Eduardo Leite (PSDB), eleito em 2018 governador do Rio Grande do Sul sob o slogan de “BolsoLeite”, assumiu sua homossexualidade, em frente às câmeras da Rede Globo.

Também nesse episódio, a mesma esquerda pequeno-burguesa frente-amplista e antipetista que depois acusou o PCO de “homofobia” por supostamente agredir gays do PSDB, despejou elogios sobre a “coragem” de Bolsogay.

Trata-se, na verdade, de uma manobra da burguesia justamente com a finalidade de fisgar a esquerda pequeno-burguesa e uma classe média liberal para que fiquem a reboque da direita em uma frente ampla que eleja o candidato da 3ª via em 2022.

João Doria, demonstrando que quer ser o grande candidato dessa 3ª via, embarcou com toda a força nessa campanha demagógica. Transformou-se no “IdentiDoria”, levantando bem alto a bandeira LGBT, comprovando a sua flexibilidade ─ em 2016, foi eleito prefeito de São Paulo como “João Trabalhador”; em 2018, governador como “BolsoDoria”; e agora, em 2022, quer se eleger presidente como o identitário que combate o fascismo e o populismo lulista.

A esquerda quer se aliar com Doria, Leite e o PSDB porque eles somariam forças na luta contra Bolsonaro. Mas eles já confirmaram que seu maior inimigo nas eleições não é Bolsonaro, e sim a própria esquerda.

“Esse antipetismo será predominante dentro da nossa campanha”, disse Doria na cerimônia de oficialização de sua inscrição como pré-candidato nas primárias presidenciais do PSDB. Leite seguiu o mesmo caminho, culpando o PT pela eleição de Bolsonaro. “A verdade é que, na minha análise, Bolsonaro é também resultado de uma política feita pelo PT”, disse. “Especialmente pelo ex-presidente Lula”, completou.

Os gays identitários do PSDB, assim, seguem as acusações da extrema-direita bolsonarista, segundo a qual a culpa de tudo de ruim que ocorre no Brasil é… do PT. Não é de Bolsonaro a culpa, e, portanto, seu maior inimigo nas eleições não é o presidente fascista que matou 600 mil pessoas na pandemia. O inimigo a ser vencido é o PT, particularmente o ex-presidente Lula.

Vem muito bem a calhar, principalmente neste momento, a política identitária. Mais uma vez ela se comprova uma estratégia do imperialismo, da burguesia e da direita. Não para combater o fascismo. Mas para combater e derrotar a esquerda.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.