Menu da Rede

RCP: “Lugansk vive um governo operário”

  • Capa
  • Editorial
  • O 20 de novembro tem que ser de luta e contra o golpe

A luta é a consciência real

O 20 de novembro tem que ser de luta e contra o golpe

As manifestações de hoje devem levar adiante um programa real para os negros e todo o povo

A polícia precisa ser extinta – Reprodução

Receba o DCO no Email

Hoje, 20 de novembro, é o Dia de Luta do Povo Negro, dia para lembrar do assassinato de Zumbi e da resistência do Quilombo dos Palmares. O reconhecimento dessa data é uma conquista da luta do movimento negro que obrigou a burguesia a acolher o dia, inclusive instituindo feriado em algumas cidades do País.

A burguesia cedeu, mas como é comum, procura transformar a data em uma mera confraternização e comemoração, inclusive impondo um nome que não corresponde à luta do negro: “Dia da Consciência Negra”.

A consciência nesse caso é a consciência que a burguesia busca impor ao negro. Basta que o negro se “descubra”, tome consciência de sua situação, não como uma conclusão da necessidade de uma luta coletiva, mas uma consciência individual. Portanto, essa tomada de consciência permitida pela burguesia não pode ultrapassar determinados limites, como, por exemplo, a contestação do regime político burguês, do genocídio imposto contra o povo e em última instância a própria necessidade de colocar abaixo o sistema capitalista.

Essa ideologia individualista é o fundamento do identitarismo que agora se alastra como uma infecção na esquerda burguesa e pequeno-burguesa e em várias organizações que se reivindicam do movimento negro. É o fundamento para ideias reacionárias como o lugar de fala e o empoderamento. Bastaria ao negro individualmente resolver o seu próprio problema que tudo ficaria bem.

A exploração não seria, portanto, o reflexo da sociedade de classes, mas um problema meramente subjetivo. Desse modo, serve para o caso do negro o mesmo que vale para o caso de todos: o esforço para a ascensão individual, ou, em linguagem identitária, o empoderamento.

O dia 20 de novembro existe como um dia de luta, não individual, mas coletiva. Isso significa que o problema dos negros deve estar ligado aos problemas do País. Sem resolver a ditadura que existe no regime golpista atual, que leva ao assassinato de milhares pessoas nas periferias do Brasil, não haverá resolução dos problemas dos negros.

Por isso, os atos desse 20 de novembro devem se transformar em mobilizações exigindo o fim do golpe de Estado, a derrubada do fascista Jair Bolsonaro e apontar para a necessidade de levar adiante a candidatura de Lula.

É preciso acabar com a polícia que mata milhares de negros na periferia, é preciso lutar por um salário mínimo vital, pela redução da jornada, pela revogação das reformas trabalhista e da Previdência. Todos esses ataques contra as condições de vida do povo afetam em primeiro lugar a população negra e todos eles são obra do regime golpista.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.