Menu da Rede

Brasil tem recorde de endividados em 2021

Partido da Lava Jato

Moro deveria ter se filiado ao PSOL

No PSOL, Moro encontraria uma verdadeira legião de fãs

Sérgio Moro – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Sem um candidato realmente competitivo para lançar como “terceira via”, a burguesia resolveu, nas últimas semanas, lançar a pré-candidatura de Sérgio Moro à presidência da República. Moro se filiou a um partido artificial — o Podemos —, um partido fisiológico, satélite do PSDB, que mudou de nome recentemente de nome e, na figura do seu principal cacique, Álvaro Dias, se apresenta como o partido da Lava Jato.

A relação entre o Podemos e a Lava Jato é mera propaganda eleitoral. Uma forma de tentar surfar em uma onda impulsionada, em alguma medida, pela burguesia e que mobiliza um setor da extrema-direita que não está sob o controle do bolsonarismo. No entanto, se Moro quisesse ser candidato para partido ideologicamente mais fiel e fã da Lava Jato, teria de ter ido para o PSOL.

A candidata presidencial do PSOL em 2014, Luciana Genro, foi uma das principais defensoras da Lava Jato. Ao ponto, por exemplo, de comemorar a prisão de dirigentes do PT e de dizer que Sérgio Moro estava fazendo “justiça” no Brasil. Luciana Genro está no PSOL até hoje e dirige um setor importante do partido.

Mas não foi só Luciana Genro. Todo o PSOL apoiou a Lava Jato e, em grande medida, apoia até hoje. Até a derrubada do governo de Dilma Rousseff, nenhum dirigente ou parlamentar do PSOL criticou duramente a Lava Jato. O PSOL, afinal, sequer participou da luta contra o golpe: de um lado, limitou-se a criticar “excessos” da Lava Jato — o que serve apenas para fortalecer a operação da Polícia Federal — e a criar a Frente Povo sem Medo — que serviu para dividir o movimento de luta contra o golpe.

Guilherme Boulos, hoje principal figura pública do PSOL, é um dos que nunca denunciaram o papel golpista da Lava Jato. Boulos não participou de nenhum dos dois atos contra a prisão de Lula, em Curitiba, quando foi depor ao então juiz Sérgio Moro, nem de nenhum dos quatro atos em Curitiba pela liberdade de Lula — maio de 2018, dezembro de 2018, setembro de 2019 e outubro de 2019.

Nesse mesmo período, o deputado federal Marcelo Freixo (hoje no PSB) declarou que “Lula livre não unifica” — de fato, não unifica com Moro — e colaborou com o carrasco de Lula na criação do pacote anticrime!

Por fim, merece ser lembrado Chico Alencar, outro cacique do PSOL que foi flagrado, literalmente, beijando a mão de Aécio Neves. Na ocasião, ele declarou que o PSDB não seria “corrupto”. Chico Alencar e os demais figurões do PSOL apoiaram as “dez medidas contra a corrupção”, formando uma frente com Deltan Dallagnol, e, até hoje, defende o fim do foro privilegiado.

O PSOL é um partido unificado em torno da “luta contra a corrupção”. Moro seria recebido de braços abertos.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.