Menu da Rede

20211024150250 1635096648042 1 1 (1)

Cristiano Ronaldo chuta jogador. E se fosse Neymar?

  • Capa
  • Editorial
  • Os opressores dos índios fazem demagogia com o guarani

Língua oficial

Os opressores dos índios fazem demagogia com o guarani

A direita golpista adota o identitarismo enquanto promove o massacre dos indígenas no campo

Demagogia de um lado, marco temporal de outro – Arquivo

Receba o DCO no Email

Há quem ainda diga, mesmo depois de tantas evidências políticas, que o identitarismo é uma política de defesa das chamadas minorias ou grupos oprimidos. O problema é que, a cada dia que passa, a burguesia transforma o identitarismo numa espécie de política oficial do Estado.

O identitarismo não tem nada a ver com a justa defesa dos índios, dos negros, das mulheres e LGBTs, mas como uma ideologia reacionária, que pretende trocar essa luta por um conjunto de políticas que vão da demagogia até a repressão política.

Um novo baluarte do identitarismo, sob a cobertura de grande defensor do índio, é o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). O substituto de Covas apresentou à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei para transformar o guarani em idioma cooficial do município. Grande feito, dirão os identitários.

Quem quiser ser enganado pode acreditar que o prefeito de São Paulo se transformou em defensor dos indígenas. Ricardo Nunes, que herdou a prefeitura depois da morte de Covas, é um golpista como qualquer outro e como era seu antecessor. Mas ele é mais do que um golpista comum. Nunes é um integrante da ala direita da Igreja Católica, um elemento fascista.

Sim, Nunes é um elemento da extrema-direita, defensor do que há de mais conservador na Igreja Católica, essa mesma que foi ponto importante da colonização do Brasil que os identitários consideram um genocídio.

Será que o prefeito de São Paulo está tão preocupado assim com os índios? Logicamente, tudo isso não passa de demagogia.

Enquanto a burguesia incentiva coisas completamente inócuas em relação aos índios, seus partidos estão aprovando o Marco Temporal, que vai significar deixar a maior parte das terras indígenas nas mãos dos latifundiários, esses mesmos que são os responsáveis pelo massacre dos índios no campo.

Como vemos, a demagogia é muito útil para a burguesia disfarçar seus crimes. Dá-se um prêmio moral dizendo que estão valorizando os índios, ao mesmo tempo em que estão aprovando o Marco Temporal no STF. Tornar o guarani  como língua oficial e não fazer mais nada é pura demagogia. É uma política que serve não para os indígenas, mas para agradar uma classe média universitária, e ideologia identitária e facilmente enrolada pelas manipulações da burguesia.

Essa é a cara do identitarismo. Fazer demagogia para mimar uma pequena parcela da classe média branca, liberal, que não tem a menor preocupação real com a situação dos índios. Se realmente Ricardo Nunes e esses identitários quisessem melhorar a vida dos índios ajudariam a dar terras, emprego e condições dignas de vida.

Para quem ainda tem dúvidas sobre o caráter direitista do identitarismo, a transformação do fascista Ricardo Nunes em identitário é mais uma evidência de que essa ideologia está sendo impulsionada pelo imperialismo com o intuito de cooptar setores liberais da classe média.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.