Menu da Rede

Cerca de 800 militares ucranianos se rendem em Azovstal

  • Capa
  • Editorial
  • Frente ampla aprova o roubo da aposentadoria em São Paulo

Iguais ou piores que Bolsonaro

Frente ampla aprova o roubo da aposentadoria em São Paulo

Os partidos PSDB, MDB, PSB, PV etc, adeptos da política da frente ampla, aliados do PCdoB e PSOL, votaram à favor da devastação da previdência dos servidores municipais

Os partidos da frente ampla montaram um aparato de guerra para reprimir os servidores que se manifestavam em frente à Câmara – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) aprovou, na madrugada desta quinta-feira, 11 de novembro, o Projeto de Emenda à Lei Orgânica 07 (PLO/07).

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou a proposta de “reforma” da previdência dos servidores municipais pelo placar de 37 a 18.  Os servidores públicos, liderados pelas organizações sindicais e partidos de esquerda, se manifestaram em frente ao legislativo e foram duramente reprimidos pela Polícia Militar com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Os partidos políticos PSB, PSDB, DEM, Novo, Republicanos, Solidariedade, Podemos, MDB, Patriotas, Podemos, PSD, PTB, PSL, PL e Novo votaram a favor da proposição do prefeito emedebista. Praticamente todos esses partidos são adeptos da frente ampla, que procuraram se apresentar como “democráticos”, “civilizados”, “científicos” e “opositores” de Jair Bolsonaro.

O PLO 07 significa uma devastação na previdência municipal e nos direitos dos servidores. Organizações de defesa dos servidores denunciaram que os bancos e grandes empresas são os interessados na modificação das regras da previdência.

Cabe destacar que os partidos da direita frente-amplista, aliados de setores do PT, PSOL e PCdoB, não titubearam em retirar direitos dos servidores públicos. Além disso, eles montaram um aparato de guerra contra os manifestantes, com o intuito de garantir pela força a aprovação da propositura.

As mudanças no regime de previdência dos servidores são profundas. As principais perdas para os aposentados são o aumento das alíquotas para 14% sobre os proventos integrais e o fim da isenção para o cálculo da contribuição para o salário até ao teto do INSS, que é R$ 6.433,57, além do cálculo da contribuição sobre todo o salário acima de R$ 1.100,00, que é o salário mínimo nacional.

Os servidores ativos tiveram a ampliação da idade para conseguirem se aposentar, de 60 anos para os homens e 57 anos para as mulheres. No caso dos professores, as mulheres só podem se aposentar com 25 anos de contribuição em exercício exclusivo do magistério no ensino fundamental e médio, 10 anos de efetivo exercício de serviço público e 5  anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria, para ambos os sexos.

O PLO 07 prevê ainda a possibilidade do governo criar alíquota extra sempre que declarar déficit previdenciário. Além disso, o Ricardo Nunes criou dois sistemas previdenciários. Um denominado Fundo Financeiro (FUFIN) com os atuais aposentados e outro com os atuais ativos, Fundo Previdenciário (FUNPREV) que entraram na carreira após 27/12/2018.

É de se destacar que a “reforma” da previdência municipal é uma política do governo do MDB/PSDB. Estes dois partidos compareceram aos atos de rua do movimento Fora Bolsonaro – introduzidos pela esquerda – para se apresentarem como opositores do fascismo. Contudo, aprovam um ataque tão ou mais agressivo do que aqueles propostos pelo próprio Bolsonaro.

A frente ampla é uma farsa que serve para desmobilizar o povo e atrelar os partidos de esquerda à política dos partidos burgueses tradicionais.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.