Menu da Rede

enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

  • Capa
  • Editorial
  • Fim de todos os bloqueios econômicos do imperialismo!

Política genocida

Fim de todos os bloqueios econômicos do imperialismo!

Os bloqueios econômicos implantados pelos EUA a vários países pobres são políticas genocidas, que deveriam ser denunciadas e combatidas

Imperialismo ataca várias países impedindo-os de se desenvolverem – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Com a crise econômica do capitalismo, que a cada dia se torna uma máquina de moer cidadãos e explorar os países pobres, estamos vendo o recrudescimento da política imperialista praticada pelos Estados Unidos. Como disse o companheiro Rui Costa Pimenta, Presidente Nacional do PCO, em entrevista ao canal do Youtube Brasil 247, “o imperialismo é o maior problema da humanidade”. Ele é o inimigo da classe trabalhadora e dos países pobres e em desenvolvimento.

O imperialismo é uma prática nefasta na qual as nações poderosas procuram manter o controle sobre os países pobres ou em desenvolvimento. Essa política de exploração envolve um conjunto de ideias e práticas políticas, econômicas e culturais de dominação, se apossando dos países nos campos cultural, econômico e territorial. Antes da implantação do termo imperialismo conhecíamos uma política de dominação chamada colonialismo, que se apossava totalmente do país, que perdia de fato sua soberania. O imperialismo, muitas vezes com políticas demagógicas, alegando defender falsamente a soberania e a democracia dos países, agem para explorar e continuar dominando essas nações pobres, usando também a violência física se for necessário. É uma política muita bem orquestrada de exploração e enganação da população, que enfrenta ainda em seu país as elites locais aliadas ao imperialismo, o que só fortalece mais o inimigo.

Na atualidade, estamos convivendo e resistindo aos ataques que o imperialismo americano está disferindo a Cuba, que sofre um embargo econômico genocida há seis décadas, e ainda assim conseguiu, graças à sua revolução e apoio do povo, manter os melhores índices sociais da América. Cuba produz 5 vacinas em seu território para combater o Covid, mas com a crise financeira que atingiu o turismo, sua principal fonte de receita, e o embargo econômico dos americanos, o país não está conseguindo importar os insumos necessários para continuar produzindo a vacina e imunizar  sua população. A população cubana já era para estar totalmente vacinada se não fosse o ataque imperialista através do bloqueio econômico. O embargo econômico americano, que proíbe várias nações de comercializarem com Cuba, é uma prática imperialista genocida, que deve ser combatida por todas as nações exploradas no mundo. Assim como ocorre em Cuba, outros países no globo também vêm sendo atacados, como é o caso da Venezuela, que sofre o embargo e ainda tem suas riquezas(ouro) retidas na Inglaterra; Coreia do Norte, fechada há 70 anos devido às várias invasões e explorações imperialistas ocorridas na sua história; Irã, Síria, Nicarágua, Iêmen, Palestina, dentre outros países localizados na África, Ásia e América, também sofrem e sofreram seguidos bloqueios que cinicamente são chamados de “sanções” pelos Estados Unidos, principal país imperialista responsável por travar o desenvolvimento e independência dos países pobres.

É necessária a união de todos esses povos e países explorados numa luta incessante de denúncia e luta contra o imperialismo, a fim de que essa luta possa derrotar o capitalismo, sua atual política imperialista genocida, e caminhar para um regime socialista.   

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.