Menu da Rede

Corte criminoso no INSS ameaça pedidos de aposentadoria

  • Capa
  • Editorial
  • Expulsar a direita que tentar se infiltrar nos atos

Não são bem-vindos

Expulsar a direita que tentar se infiltrar nos atos

A burguesia tenta repetir 2013. Desta vez, é preciso escorraçar na força bruta os elementos fascistas infiltrados

Militantes botam coxinhas para correr em ato na embaixada de Cuba (2019) – Foto: Reprodução/COTV

Receba o DCO no Email

A manobra da burguesia fica cada vez mais clara: como não consegue mais impedir que o povo saia às ruas, é preciso tomar de assalto os atos pelo Fora Bolsonaro.

Ela se inspira no que conseguiu fazer em junho de 2013. Naquela ocasião, amplas massas populares saíram às ruas contra os governos estaduais da direita. A polícia não foi capaz de destruir os atos, mesmo com intensa repressão.

Então, como sempre fez ao longo da história, já que os órgãos tradicionais não são suficientes para reprimir a classe operária, a burguesia soltou os seus cachorros da extrema-direita.

Infiltrou os atos com elementos violentos que atacaram manifestantes de esquerda e gritavam “sem partido”, “abaixa essa bandeira e levanta a do Brasil” e “fora PT”.

Naquela época, a esquerda pequeno-burguesa – uma parte dela, inclusive, antipetista – permitiu essa infiltração, que terminou por acabar com o movimento. Ele foi totalmente desmontado e transformado em atos coxinhas, da direita e da extrema-direita, com as camisas e bandeiras do Brasil. Esse foi o marco do deslocamento da burguesia à direita e o início da ascensão do fascismo no País, que desembocou no golpe de 2016 e na eleição fraudulenta de Bolsonaro em 2018.

Foi graças a esse movimento da burguesia, de infiltrar os atos com elementos fascistas, que tivemos o golpe e hoje estamos com Bolsonaro no governo.

Por isso qualquer tentativa de repetir esse movimento deve ser energicamente rechaçada pela esquerda e pelas organizações populares. A burguesia investe na campanha de que os atos não devem ser vermelhos, não devem ser liderados pela esquerda. A mesma ladainha de 2013.

Desta vez, no entanto, sua tentativa será frustrada pelas próprias massas.

A esquerda deve abrir o olho. No ato do dia 19 na Avenida Paulista, a equipe de reportagem deste diário flagrou elementos isolados distribuindo bandeiras do Brasil. Um deles, questionado, reagiu com extrema truculência. Nota-se claramente que era um elemento pago pela burguesia, como são os elementos fascistas.

Os movimentos populares e a esquerda devem levar o maior número de militantes de base e trabalhadores, camponeses sem terra, jovens etc. A partir deles, devem organizar grupos de proteção das manifestações, cuja principal função seja detectar e expulsar os elementos fascistas infiltrados.

É preciso ficar muito claro: se deixarmos a direita tomar conta das manifestações, será o fim do movimento popular pelo Fora Bolsonaro. Quem sabe quando teremos uma nova oportunidade de derrubar o governo nas ruas depois disso.

Não se deve confiar na direita. Seu único objetivo nas manifestações é sabotá-las. Se preciso for – e é o que se desenha -, a direita levará seus elementos desclassificados com bandeiras do Brasil e gritos de “abaixa a bandeira” para destruir o movimento através do uso da força.

Chega de distribuir flores e abraços. A direita deve ser recebida na força física. Essa é a única linguagem que os fascistas entendem. E quem grita para abaixar a bandeira da esquerda é, sem dúvida nenhuma, um fascista.

Direitistas infiltrados nos atos da esquerda, para sabotá-los, não são bem-vindos. Devem ser expulsos da maneira mais enérgica possível.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.