Menu da Rede

Bolsonaro lança Programa Habitacional: Minha Casa, Minha Milícia

  • Capa
  • Editorial
  • Direita nos atos, uma manobra para eleger João Doria

"Bloco democrático"

Direita nos atos, uma manobra para eleger João Doria

O serviço prestado pelo PCdoB a João Doria e à "Terceira Via"

Bloco Democrático – Arquivo

Receba o DCO no Email

Pouco antes das manifestações do dia 24 de julho, deparamo-nos com uma cena no mínimo curiosa: um folheto virtual de aparência direitista que chamava para a manifestação. Verde e amarelo, com as palavras de ordem “em defesa da vida e da democracia” — uma propaganda que poderia tranquilamente pertencer ao Movimento Brasil Livre.

O folheto pertencia ao autointitulado “bloco democrático”. Ao analisarmos as organizações pertencentes ao tal bloco, sem nenhuma surpresa — afinal este possuía diversas características direitistas — vemos partidos como o PV, PSDB, Cidadania, Solidariedade, etc. A pulga aparece atrás da orelha ao nos depararmos com PCdoB, UNE, UJS…

O “bloco democrático” acaba então por se revelar como uma grande frente ampla.  É fato, e existem registros, de que, após a presença do PSDB nos atos do dia 3 de julho, setores da esquerda saíram em defesa da “direita democrática”, afirmando que esta é necessária para derrubar Bolsonaro. Mas não bastou defender o “direito de participação” — essa parcela se juntou abertamente à direita, realizando uma espécie de fusão nos atos, formando uma aberração verde e amarela cujos objetivos a princípio não pareciam fazer sentido. Qual o interesse da esquerda em colocar uma camisa do PSDB, dar as mãos com a “direita democrática” e dançar até que Bolsonaro caia pelo poder da união?

A resposta é simples: não existe interesse da esquerda (e por esquerda, entenda sua totalidade, incluindo sua base e o povo) em fazer isso. O real interesse atendido por essas ações dentro do bloco democrático é o interesse da direita que, por sua vez, é o interesse da burguesia.

É visível que setores da direita não foram tão “inclusivos” com a ideia de adentrar os protestos da esquerda e do povo — chegaram até mesmo a marcar um ato separado para daqui a alguns meses que agregam algumas palavras de ordem como “nem Lula, nem Bolsonaro” ou por uma “melhor aplicação” da política neoliberal de Paulo Guedes. 

A questão gira em torno dos interesses da burguesia, nesse caso, direcionados ao PSDB. Um pouco mais especificamente, estes interesses se dirigem à eleição de João Doria. A insistência em participar dos atos ocorre sobretudo em São paulo. A iniciativa efetivamente partiu do diretório municipal da capital do estado. Esses fatores apontam que a participação do PSDB nos atos é, na verdade, a participação de Doria nos atos.

A direita não tem base. Os setores golpistas, vulgo MBL, PSDB e suas sublegendas, PSL e etc. não tem base. Nesse sentido, uma manifestação com a presença desses setores e contra o “monstro gigante” do momento (contra Bolsonaro, e apenas Bolsonaro; sem seus ministros, sem os governadores da direita, sem os parlamentares golpistas, etc.), funciona como uma espécie de “santificação” da direita e ainda por cima com apoio e acobertamento da esquerda.

A presença de Doria nos atos — uma vez que PSDB de São Paulo = João Doria — serve pura e simplesmente como campanha eleitoral para si. É uma promoção da “terceira via”, ou seja, além de tentar atribuir uma popularidade falsa ao PSDB (que bate em professores, da rações para crianças, joga água fria em moradores de rua e massacra os negros nas favelas), ainda promove uma campanha antipetista e escancarada.

Esses setores da esquerda, sobretudo o PCdoB — considerando ainda que UNE, UJS, CTB e etc. são quase órgãos vitais do PCdoB —, estão cumprindo o papel de cabo eleitoral do PSDB, estando, portanto, a serviço da direita e da burguesia. Doria está em campanha para fazer o papel da terceira via e, portanto, o esforço gigantesco feito pelo “bloco democrático” para participar do ato em São Paulo é um golpe para consolidar sua candidatura.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.