Menu da Rede

biden

EUA estão prontos para fornecer assistência militar contra Rússia

  • Capa
  • Editorial
  • “Bom-mocismo” na campanha de Lula beneficia a terceira via

Eleições 2022

“Bom-mocismo” na campanha de Lula beneficia a terceira via

Enganam-se os setores da esquerda que acreditam que a campanha eleitoral precisa ser bem comportada

A campanha de Lula precisa ser uma campanha antissistema, ou seja, uma campanha que reflita a raiva e o ódio do trabalhador contra o governo Bolsonaro – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Neste último final de semana, num evento organizado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), a candidatura de Lula lançou-se mais uma vez para o pleito de 2022. Desta vez, apresentando suas coligações, ou podemos considerar uma cambada de golpistas que o PT insiste em fazer acordos políticos para derrotar o que seria o fascismo nas eleições.

Entretanto, pelo tom que a campanha vem tomando, dá para perceber que a candidatura do ex-presidente está cedendo às pressões da direita. Sua campanha mais parece a expressão política para a terceira via, isso porque ela toma formas cada vez mais direitistas. Um detalhe que chamou muita atenção foi Lula lendo o seu discurso, ao invés da tradicional improvisação como é de costume. Se expressar através de discurso lido é uma tradição comum da cultura política norte-americana, que é imitada pela direita nos palanques do Brasil. Para o povo trabalhador, que está acostumado com seu jeito de falar genuíno e muito espontâneo, se deparou com um candidato comportado, que atacava Bolsonaro dizendo que ele era incapaz de “verter” uma lágrima pelo povo brasileiro.

Artigos Relacionados

Para muitos, sobretudo para setores da esquerda pequena burguesa da internet, esse Lula “politicamente correto” é o ideal para enfrentar um candidato animalesco como Bolsonaro. No entanto, a campanha não aponta o dedo para a direita golpista, responsabilizando ela pelo Golpe de Estado de 2016 e pelo avassalador governo Bolsonaro, que destruiu as estruturas econômicas e atacou duramente os direitos democráticos dos trabalhadores à mando dos empresários capitalistas.

Pois bem, enganam-se os setores da esquerda que acreditam que a campanha eleitoral precisa ser bem comportada. Lula precisa estar no lugar de um candidato antissistema, e não por caprichos teóricos, mas sim pela necessidade de representar um trabalhador que está com raiva, revoltado e frustrado com o governo Bolsonaro. Um trabalhador que teve a sua vida completamente desfalecida pela crise econômica aprofundada pelos arrochos da direita.

Para quem acha que Lula precisa estar comportado para não ser cancelado, é preciso destacar a campanha ferrenha do Tribunal Superior Eleitoral que, financiando artistas influentes no meio da esquerda pequeno burguesa, está tramando alternativas para desqualificar a campanha do PT e inserir uma terceira via na disputa. É válido perguntar: é a toa nos depararmos com propagandas de grandes multinacionais capitalistas estrangeiras oferecendo descontos em sanduíches em troca da apresentação do título de eleitor? Não à toa.

É comum nos depararmos com matérias da imprensa serviçal da direita, atacando as posturas de Lula e reivindicando uma posição de politicamente correto. Matérias do Estadão que dizem que “Lula calado é um poeta”, ou aquelas que falam sobre os “erros da campanha de Lula” ou as que dizem que as “declarações de Lula geram mal-estar” até entre os seus eleitores têm apenas um objetivo: desqualificar ou, ao menos, empurrar cada vez mais para a direita um candidato que representa os trabalhadores que exigem a nacionalização e estatização do petróleo; que exigem a suspensão de todas as reformas trabalhistas e previdenciárias aprovadas pela direita desde 2016; que exigem o fim do teto de gastos e a volta do investimento público em setores essenciais como educação e saúde, esporte, tecnologia e cultura, que garantem o direito democrático da população brasileira.

É preciso colocar a campanha de Lula na rota de uma campanha que denuncie a direita que financiou concretamente o bolsonarismo, de uma campanha que denuncie abertamente golpistas como Geraldo Alckmin. De uma campanha que coloque em pauta os interesses da classe trabalhadora, esta que está absolutamente enraivecida com a direita e que não lembra de ser bem comportada porque não tem tempo nem razão para isso. A campanha de Lula, representando a esquerda, deve ser o reflexo da revolta do povo pobre e trabalhador, que viu seu salário diminuir junto com a quantidade de comida disponível na mesa, que ficou diante de um abismo quando foi demitido, dos jovens que ainda não conquistaram o pleno emprego e que estão dispostos a bater de frente a qualquer custo com o projeto político da direita.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.