Menu da Rede

“Perseguição policialesca do DCM é para safar Boulos”

  • Capa
  • Editorial
  • Bolsonaro entrega a Amazônia aos maiores inimigos do Brasil

Crime de lesa-pátria

Bolsonaro entrega a Amazônia aos maiores inimigos do Brasil

Com a tecnologia de satélite da Space X, o Brasil está cedendo informações cruciais sobre seu território para os norte-americanos fazerem o que bem entenderem

Reunião entre Elon Musk e Fábio Farias – Foto: Reprodução/Twitter

Receba o DCO no Email

Essa semana o Ministro das Comunicações de Bolsonaro foi até os Estados Unidos para conversar com Elon Musk, o segundo maior bilionário do planeta, dono das empresas Tesla e Space X. Fábio Faria conversou com Musk sobre a Amazônia, supostamente sobre a implementação de satélites Starlinks, para conectar as escolas rurais com a internet, assim como monitorar o território para “proteger” a Amazônia.

Claro que a intenção de Musk não é a educação dos estudantes amazonenses, nem levar melhores condições de estudos para os índios. Também não são as intenções do governo brasileiro, completamente subserviente ao imperialismo norte-americano.

Trata-se de um plano para dar maior controle do imperialismo, sobretudo o norte-americano, sobre a Amazônia. Com uma rede de satélites para monitorar o território e uma ligação direta com a internet brasileira, Musk e o governo dos EUA, através de sua empresa, o poder de espionagem do imperialismo norte-americano aumenta muito.

Edward Snowden, ex-agente da NSA, denunciou as operações de espionagem do governo norte-americano, que praticamente tem acesso a toda informação que circula na internet no mundo inteiro.

Cabe lembrar quem é Elon Musk para entender que não te trata de um simples acordo comercial nem uma operação de filantropia. O burguês bilionário é responsável por apoiar golpes de estado na Bolívia para que sua empresa conseguisse lítio, metal importante na fabricação dos carros movidos à bateria elétrica de sua empresa Telsa. O próprio Musk admitiu em rede social. Quando questionado sobre o envolvimento da Telsa no golpe da Bolívia disse: “Vamos dar golpe em quem quisermos! Lide com isso.”

O governo Bolsonaro têm sido um governo capacho dos EUA desde o princípio. O presidente bateu continência para a bandeira norte-americana, os agentes da CIA visitam o país com regularidade para falar com figurões do governo: Gal. Heleno, Gal. Braga Netto entre outros.

Agora com a Stalink da Space X não é diferente. Bolsonaro está dando aos americanos poder sobre um dos territórios mais cobiçados do planeta, a Amazônia.

O norte do Brasil é o lugar com a maior diversidade de flora e fauna no mundo, possuindo também petróleo, metais preciosos e importantes recursos para empresas de ponta. O país sempre teve que enfrentar a infiltração de empresas internacionais escondidas no território brasileiro como roubo de madeira e laboratórios farmacêuticos clandestinos no solo amazônico.

Em 1952, o então ministro das Relações Exteriores de Getúlio Vargas, um infiltrado no regime responsável pelo golpe no então presidente, foi o principal responsável por colocar o mapeamento do território brasileiro através de mapas e fotos nas mãos dos norte-americanos. Foi criada na época uma comissão mista entre Brasil e EUA. Mas os negativos das fotos tiradas ficaram com os americanos que também coletaram dados astronômicos, geodésicos geológicos, e ficaram com a coordenação de futuros programas de mapeamento do Brasil.

Agora, com tecnologia de satélite, o Brasil está cedendo mais uma vez informações cruciais sobre seu território para os norte-americanos fazerem o que bem entenderem.

Internet é pretexto para a entrega da Amazônia aos EUA

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.