Menu da Rede

Forbes: WhatsApp ajuda governo dos EUA a espionar usuários

Paulo Amaro Ferreira

Historiador e professor de História em Caxias do Sul/RS, colunista do Diário da Causa Operária

  • Capa
  • Colunistas
  • Volkswagen volta a fabricar Kombis para levar a militância do PCO

O PCO nos atos

Volkswagen volta a fabricar Kombis para levar a militância do PCO

Contrariando as difamações da esquerda pequeno-burguesa, o PCO tem sido o partido que mais cresce nos atos e que tem liderado o bloco vermelho nas manifestações

PCO impulsiona o o bloco vermelho – Foto: Arquivo

Receba o DCO no Email

Os atos deste sábado demonstram algo de forma inequívoca: o PCO vem crescendo a cada dia e já está presente e organizado em todas as principais cidades do país. Em alguns lugares, o bloco encabeçado pelo Partido assemelha-se a um mar vermelho, como no caso das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, entre outras. Além disso, o PCO está presente também em diversas cidades no exterior, com destaque para a Europa, onde militantes do PCO são os próprios organizadores dos atos Fora Bolsonaro em muitos lugares. Assim, já não há como ignorar a presença do PCO na luta política do país, sobretudo quando se trata da luta real, aquela que busca realmente incidir no enfrentamento de forças em uma dada situação.

E esse fato, para o desespero de alguns, contraria aquele pseudo-argumento de que o PCO seria um partido minúsculo, que supostamente caberia em uma kombi, conforme disseram algumas vezes os representantes da esquerda pequeno burguesa, na falta de capacidade para travar um debate sério com o PCO.

Conforme escrevi há algumas semanas, o PCO é a pedra no sapato da frente ampla, sendo, junto com Lula, o grande obstáculo para a imposição desta política ao conjunto da esquerda. Da parte do PCO, isso decorre do fato de que o partido apresenta a linha correta de enfrentamento ao golpe como um todo, sem importar-se com as tendências políticas impostas pela imprensa golpista, ao contrário do que fazem os partidos da esquerda pequeno burguesa, como PSOL, PCB, PSTU, etc. A atuação política do PCO não está baseada na opinião da Rede Globo ou da Folha de São Paulo. Por isso que o PCO foi o único partido que, desde o início dos movimentos golpistas contra Dilma, se posicionou intransigentemente pela defesa do governo da presidenta, independentemente das críticas que o partido tinha em relação ao governo petista. A análise concreta da situação e a apreciação correta a cerca do imperialismo, fizeram com que o PCO estivesse sempre do lado certo da trincheira, enquanto alguns partidos se mantiveram na mesma trincheira que o imperialismo e os golpistas.

Em relação a Lula, o obstáculo que ele representa à Frente Ampla está a cada dia mais evidente, na medida em que os ataques ao ex-presidente se acentuam e as manobras contra a sua candidatura partem não só da direita, como também da esquerda. Os últimos acontecimentos, que antecederam aos atos do dia 02, corroboram as teses do PCO de que partidos como o PSOL, PCdoB, o PCB, PSTU e PDT atuam, neste momento, para favorecer a chamada terceira via, na medida em que atacam a candidatura do único candidato da esquerda que apresenta possibilidades concretas para derrotar Bolsonaro e o golpe como um todo. Foi nesse sentido que esses partidos propuseram, no ápice da audácia e do servilismo, que a palavra de ordem Lula Presidente fosse proibida nos atos, num claro ato de censura política, uma cópia farsesca do bolsonarismo, que no fim das contas é o que de fato representa a terceira via.

Sem medo de superestimar nossa atuação política, podemos afirmar que o PCO tem sido o único partido a oferecer uma resistência organizada a esses ataques frente amplistas contra a candidatura do Lula. Isso por que o PT, como partido, não tem esboçado reação. É verdade, e é preciso reconhecer e registrar, que diversos militantes do PT e da CUT têm resistido bravamente também, pois se negaram a virar a página do golpe, apesar dos maus conselhos vindos de dirigentes do próprio partido. Assim, encorajados também pela postura intransigente do PCO, esses companheiros têm reforçado a cada dia mais as únicas trincheiras que podem verdadeiramente derrotar os golpistas.

O nível do peleguismo de alguns partidos chegou ao extremo, na medida em que, ao mesmo tempo que defendem carrascos como Ciro Gomes, João Dória, Eduardo Leite e o PSDB em geral, atacam descaradamente a candidatura de Lula. E o pior é que, até o momento, as reações do PT a esses ataques têm sido pífias, limitando-se a algumas declarações nas redes sociais, enquanto na luta real o partido tem entregue a direção dos atos mas mãos dos inimigos da classe trabalhadora, permitindo a infiltração da direita nos atos.

Contudo, aquele partido supostamente minúsculo, que cabe em uma Kombi, que não tem relevância política, que não possui influência sobre a situação, tem garantido a permanência da palavra de ordem Lula Presidente nos atos, assim como a prevalência da cor vermelha sobre o verde-amarelismo dos servos da direita. O PCO não aceitará, de maneira alguma, qualquer tipo de manobra que busque cercear, censurar ou atacar o direito dos manifestantes em apoiar as suas palavras de ordem. E mais, o PCO não arredará um centímetro sequer na palavra de ordem Lula Presidente. Não adianta nos ameaçar, usar a imprensa golpista para nos atacar, colocar seguranças nos atos para nos intimidar, ou qualquer outro tipo de artimanha grotesca para calar a nossa voz. Sabemos que, uma vez mais, a nossa política é a única que pode nos tirar do buraco em que fomos jogados e temos observado o crescimento do apoio a essa política em todos os atos.

E a julgar pelo nosso crescimento e pelo aumento do apoio que o PCO tem recebido, inclusive da base de outros partidos, principalmente do PT, provavelmente a Volkswagen precisará voltar a fabricar a kombi, para poder dar conta de carregar o mar vermelho do PCO para os atos.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.