Menu da Rede

“O que Boulos faz junto com Etchegoyen no IREE?”

Gabriel Araújo

Dirigente Nacional do Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLM), editor da Tribuna do Movimento, colunista do Jornal Voz Operária, tecnólogo em Gestão de Cooperativas e militante de base do Partido dos Trabalhadores.

Política Nacional

Política: uma questão de força

Apelos à consciência moral, toda essa pataquara, não comovem absolutamente ninguém.

Lula. –

Receba o DCO no Email

A esquerda brasileira nos últimos anos vive de lamentações. É um chororô sem fim. Ora mendigando alguma política pública para governos da própria esquerda, ora faz isso com os governos de direita. Sempre caluniam o povo brasileiro, dizendo que o mesmo não possui consciência política, quando a história nacional revela exatamente o contrário, que temos sim o povo revolucionário, rebelde e resoluto à ser livre.

Esse processo de terceirizar para o outro, aquilo que a esquerda deveria ela mesma fazer, se tornou a regra. Por exemplo: ao invés da esquerda convocar os trabalhadores para intervir em determinada situação política, a mesma transfere para o parlamento ou para um tribunal, entupidos de mercenários comprados pela burguesia, a tarefa de agir em favor do povo. Algo que é impossível.

Isso se dá por conta da própria incompreensão e falta de consciência política dessa esquerda, que acha que política é uma questão consensual ou de mendigar as migalhas que caem do prato da burguesia. Esse tipo de atitude é a mais completa tolice e tem levado o proletariado brasileiro à sucessivas derrotas.

De uma vez por todas, os elementos mais conscientes da esquerda, tem de se contrapor à esse tipo de postura com espirito de vira-latas, e mostrar para o povo trabalhador, que a única coisa que vai efetivar seus interesses e sanar suas necessidades, é um processo de organização do descontentamento que existe em toda a classe trabalhadora, canalizando o mesmo para impor uma derrota ao neoliberalismo e ao fascismo, através da força das amplas massas mobilizadas contra o golpe, em uma verdadeira rebelião nacional. Esse é o único tipo de linguagem que aqueles que se encontram à frente do Estado Capitalista entendem, essa é a única pedagogia que a burguesia consegue compreender.

Apelos à consciência moral, toda essa pataquara, não comovem absolutamente ninguém. Tanto é que o povo tem sido esmagado pela política neoliberal de destruição do país, milhares estão passando fome nesse exato momento e em plena pandemia, e a burguesia pouco se importa, posicionando-se em bloco, contra a possibilidade de revogação da reforma trabalhista e do teto de gastos.

Nesse sentido, qualquer avanço institucional e no campo de constituição do poder popular, apenas poderá ser advindo de um processo de ampla mobilização daqueles que tem sido esmagados diuturnamente pela política entreguista e genocida do golpe. Do contrário, nem mesmo a eleição do mais radical revolucionário, será capaz de sustentar as medidas necessárias para melhorar a vida do povo pobre. Porque tudo isso é um problema concreto e não ideológico. Logo, apenas o povo trabalhador, com a organização e mobilização, de sua rebeldia, poderá dar resposta à altura, das atuais demandas históricas que o país tanto necessita.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.