Menu da Rede

Acompanhe o Resumo do Dia na COTV

Luan Monteiro

Militante do Partido da Causa Operária e da Aliança da Juventude Revolucionária no Rio de Janeiro. Diagramador do jornal impresso Causa Operária, do jornal Partido e outras publicações. Formado em História e estudante da UERJ.

Direitistas do Centro do Mundo

O antipetismo golpista de Pedro Zambarda

Em publicações antigas, Pedro Zambarda do DCM exalava seu direitismo no apoio à candidatos da direita, enquanto fazia campanha suja contra Dilma e o PT

Marina Silva e José Serra, a verdadeira farinha do mesmo saco, ambos apoiadores do golpe de 2016 – Marcos de Paula/Veja

Receba o DCO no Email

A credibilidade do jornalismo desqualificado e mentiroso do Diário do Centro do Mundo está com seus dias contados. Depois de uma sequência de reportagens que procuravam caluniar o Partido da Causa Operária, vão surgindo cada vez mais novos elementos que mostram o fundo do poço no qual o DCM está enfiado. A nova descoberta da vez é a campanha direitista de Pedro Zambarda contra o PT, enquanto defendia com orgulho Marina Silva. Para Zambarda, até o tucano José Serra parecia mais de bom grado do que Dilma, na época das eleições de 2010.

O histórico dos jornalistas do DCM está cheio de vínculos com a direita. O próprio Zambarda tem em seu currículo a participação como ghost-writer da biografia de Joice Hasselman, na qual faz religiosa defesa da Lava Jato e, obviamente, também ataca Lula. Já Kiko Nogueira, o outro jornalista furreca do DCM, já trabalhou em publicações de qualidade duvidosas como a Revista Alfa, onde propagandeava figurões da direita como FHC, Aécio, Luciano Huck e vários outros.

Vasculhando um pouco mais, o usuário do Twitter @misaelbr1 parece ter chegado mais próximo do fundo do poço de Pedro Zambarda, resgatando tuítes do período das eleições de 2010 como: “você quer um motivo para votar em Marina? Eu te dou três: 1-Dilma, 2-Serra, 3-Plínio”. Dias depois, se recusava a apoiar a candidatura do PT, se dirigindo à Marina dizendo: “não apoie ninguém no segundo turno. Isso ia ser tão bom para seus eleitores”. Zambarda ainda debochava da esquerda que apoiava Dilma: “Vai lá, outra galere. Ataquem o Serra e votem na Dilma. É tudo farinha do mesmo saco, com discursos requentados. Tô cansado desse cardápio”.

Na ânsia de atacar ferozmente o PT, como se fosse um contratado da imprensa burguesa golpista, chegou a aliviar a barra de Serra, comparando-o à Dilma: “Serra explorando a bolinha de papel é feio, ok. Dilma explorou o câncer dela para ganhar simpatia. Ambos são patéticos amigos”.

Esses tuítes e os ataques ao PCO deixam claro o compromisso dos jornalistas do DCM com setores da direita que promoveram o golpe de estado de 2016. É um setor que se fantasia de esquerda, mas que ataca o PT tal como se fosse a Folha de S. Paulo. É a esquerda que não quer apoiar o Lula e por isso mesmo ataca o PCO.

As denúncias feitas pelo PCO sobre o caso de Guilherme Boulos e o IREE abriu a tampa do esgoto golpista e pró-imperialista presente na esquerda brasileira. Os ataques do DCM são desferidos numa tentativa de retaliação contra as denúncias que publicamos.

O acirramento da luta de classes e da situação política no país dificulta cada vez mais que esses golpistas travestidos de esquerda influenciem a militância. A população revoltosa, os militantes de base que estão nas ruas contra o golpe e pela candidatura de Lula, não aceitam mais funcionários do golpe e do imperialismo. O DCM, junto de Boulos e os funcionários do IREE devem ter suas posições na esquerda reconsideradas e destinadas para o seu devido lugar: a lata de lixo da história. Esse lixo não-reciclável deve ser tratado da mesma forma como tratamos a imprensa golpista, sendo denunciados constantemente pela nossa imprensa partidária.

A opinião dos colunistas não reflete, necessariamente, a posição deste Diário.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.