Menu da Rede

Lula está certo: Brasil tem que retomar a construção de ferrovias

Eduardo Vasco

Jornalista especializado em política internacional. Colunista do Diário e do Jornal Causa Operária. Apresenta o Conexão América Latina, o Minta você mesmo e o Esquenta da Análise na Causa Operária TV. Apresenta ainda o programa Causa Operária, todas as sextas às 13h na Rádio Cultura de Curitiba AM 930. Comentarista da Radio Estrella 98.7 FM da Venezuela.

  • Capa
  • Colunistas
  • “Os ucranianos estão cometendo um crime contra a humanidade”

Genocídio no Donbass

“Os ucranianos estão cometendo um crime contra a humanidade”

Denúncias horripilantes das atrocidades dos nazistas ucranianos contra a população civil e o imenso sofrimento de mulheres, idosos e crianças no Donbass

Da esquerda para a direita: Alexander Kofman, Lyubov Korsakova e Vladislav Deynego – Foto: Eduardo Vasco/DCO

Receba o DCO no Email

─ Eduardo Vasco, de Rostov do Don

Todos olham estarrecidos para aquelas imagens, apesar de já as terem visto centenas de vezes. Lyubov, que pegou em armas e foi condenada à morte por se rebelar contra os fascistas, procura conter o choro. Um clima de angústia toma conta do estúdio do canal Don 24, onde foi realizado ontem (30) o 7° Congresso Internacional Antifascista.

Artigos Relacionados

Anna Soroka, vice-ministra de relações exteriores de Lugansk e encarregada da apuração dos crimes de guerra ucranianos, apresenta vídeos das atrocidades cometidas pelos militares e principalmente pelo Batalhão Azov contra prisioneiros de guerra russos e civis no Donbass. Cenas fortíssimas de tiros em partes do corpo, pessoas agonizando, torturas, propaganda incentivando decapitações de russos, inúmeras pessoas caídas mortas no chão em poças de sangue, corpos de homens, mulheres e crianças destroçados, cabeças esmagadas.

AVISO: as imagens são fortíssimas. Mas são apenas 1% do que os nazistas estão fazendo.

“Agora o nosso território está livre e temos várias evidências dos crimes dos nazistas ucranianos. É difícil de expressar em palavras. Em várias regiões do Donbass as crianças nunca viram a paz e são impedidas de ter acesso a serviços básicos, como água, eletricidade, remédios e comida”, diz. “Nunca pedimos por um milagre, apenas para que o mundo fosse objetivo ao dar informações sobre isso, nós tentamos contato com uma série de organizações de direitos humanos europeias, mas todos os diálogos foram mal-sucedidos. E agora pedimos para o mundo criar uma organização internacional alternativa, como uma corte, onde possa haver uma verdadeira justiça, onde a lei possa ser para todos e todos os eventos do Donbass sejam finalmente apurados.”

“Durante esses oito anos, a comunidade internacional nunca mencionou esses crimes no Donbass”, diz Vladislav Deynego, ministro do Exterior de Lugansk. “E em geral são um grande crime contra a humanidade.” O presidente da Câmara da República Popular de Donetsk, Alexander Kofman, concorda e denuncia a “comunidade internacional”: “os governos dos países ocidentais sabem o que está acontecendo na Ucrânia neste momento ─ é um crime contra a humanidade cometido pelos ucranianos.”

É revoltante como os jornais ignoram completamente essa realidade. De fato, a vontade é de cuspir na cara dos âncoras, comentaristas e repórteres da imprensa internacional. São covardes. Mercenários. Tudo bem, muitos são realmente ignorantes e não percebem que estão sendo manipulados pelos seus patrões. Mas muitos sabem disso, sabem qual é a verdade e, para manter seus carguinhos medíocres nas redações, prestam-se ao papel de papagaios de pirata do governo dos Estados Unidos.

Vladislav Deynego, ministro das Relações Exteriores da República Popular de Lugansk. Foto: Eduardo Vasco

“Kiev e o Ocidente usam os métodos de Goebbels de que uma mentira repetida mil vezes se torna verdade, como no caso de Bucha, mas temos que fazer a verdade aparecer e ela está aparecendo”… graças a jornalistas como a que pronunciou essa frase no Congresso, e cujo nome infelizmente não captei. “Eu só queria dizer que a guerra do Donbass não começou dois meses atrás, mas sim em 2014. As principais vítimas são idosos, mulheres e crianças.”

Uma delas é Anna Tuv. Ela perdeu toda a sua família nos bombardeios ucranianos contra o Donbass. Teve uma mão amputada devido a estilhaços dos mísseis. Por pouco também não se juntou às mais de 14 mil vítimas fatais do genocídio realizado pelo regime imposto pelo imperialismo em 2014.

Mas esses números, reconhecidos pelas Nações Unidas, que já são assustadores, não estão nem perto da verdade. É o que revela uma representante oficial da República Popular de Donetsk. “Os números são dez vezes maiores”, declara. Cerca de 4.000 pessoas foram sequestradas. Mais de 60% das capturas de pessoas foram realizadas de maneira ilegal. 580 casos de tortura foram documentados. “Os batalhões ucranianos não usam a tortura de forma isolada, essa é uma política do Estado Ucraniano”, completa.

Os representantes do Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas descobriram 300 lugares onde civis foram torturados pelas forças ucranianas. De 2014 a 2020, cerca de 900 pessoas foram trocadas como prisioneiros, a maioria sendo presos políticos civis.

ACOMPANHE NOSSAS REPORTAGENS DIRETO DA RÚSSIA e CONTRIBUA PELO PIX causa.operaria.na.russia@gmail.com

Apesar de constatar a tragédia que toma conta da região que fica entre a Ucrânia e a Rússia, a ONU não faz absolutamente nada para parar o genocídio. Pelo contrário: sabota, boicota, sanciona, adverte, acusa e ameaça a Rússia, único governo com quem o desesperado povo do Donbass pode contar para se proteger das forças terroristas ucranianas. O governo e o povo russo, pois há uma verdadeira mobilização popular nacional em apoio aos seus irmãos de Donetsk e Lugansk. Ajuda humanitária está sendo enviada não apenas por órgãos oficiais russos, mas também por organizações da sociedade civil, de cidadãos comuns, que se solidarizam com o sofrimento do outro lado da fronteira. Há aqueles que se voluntariaram e estão neste momento pegando em armas na linha de frente da luta contra o nazismo, como revela Daria Mitina, do Partido Comunista Unificado. “Os pacifistas, na prática, estão apoiando a Ucrânia.”

O ministro Deynego relembra ainda como se iniciou toda a carnificina promovida pelo regime ucraniano no Donbass. Poucos meses após o golpe contra o então presidente Viktor Yanukovich, o exército ucraniano iniciou os bombardeios indiscriminados contra Lugansk, onde a população não aceitou o golpe e declarou independência da região. Em 2 de junho de 2014, um ataque aéreo atingiu um parquinho de crianças, deixando 11 vítimas fatais. “A partir desse momento a Ucrânia deixou de existir para os habitantes de Lugansk. Entendemos que aquilo, de parte da Ucrânia, de utilizar suas armas contra civis, era puro nazismo.”

A mesma chacina ocorre em Donetsk, há oito anos, e aí podemos entender por que o regime de Kiev faz uso de nazistas precisamente na linha de frente: nazistas não têm a menor compaixão, e para realizar essa tarefa é preciso ter requintes de crueldade. “São como esquadrões da morte utilizados na África e na América Latina. Eles não consideram a população do Donbass e dos russos ucranianos como cidadãos. Eles atacam não somente ativistas sociais, como também padres e pessoas patriotas”, denuncia um deputado de Donetsk no Congresso.

O jornalista Yuri Barbachov foi testemunha ocular de alguns desses crimes. “Os ucranianos não consideram os cidadãos que estão sob proteção das repúblicas e da Rússia como seres humanos”, afirma. E explica: “o alvo dos ataques são pessoas civis que não apoiam a ideologia nazista, e não que não apoiam a Ucrânia. Os nazistas ucranianos não os consideram como seres humanos. E aqui é o principal problema do nazismo como ideologia: durante muitos anos as pessoas que eram parte da cultura russa foram desumanizadas na Ucrânia. Durante os últimos oito anos o processo de desumanização foi promovido contra o povo do Donbass, onde qualquer homem ou mulher poderia ser torturado ou morto por não ser considerado ser humano. Não há escolha: você é obrigado a compartilhar sua ideologia, ou se torna uma vítima dos nazistas.”

Na intervenção representando o PCO, o camarada Rafael Dantas lembra a todos que “os bandidos imperialistas só conseguem enganar os povos de todo o planeta porque escondem os crimes dos fascistas ucranianos”. E nós estamos aqui para escancará-los. Leia aqui o pronunciamento do Partido da Causa Operária perante o Congresso e veja a intervenção:

Lyubov, a grande liderança dos refugiados de Lugansk na Rússia, presidenta da União Internacional dos Antifascistas e organizadora do Congresso, com seus dentes de ouro e seus cabelos de prata de cinco décadas, abre o evento saudando os presentes, incluindo o PCO, que representa a América Latina. Ela explica as origens, os símbolos e a ideologia da força mais terrorista do regime ucraniano, o Batalhão Azov.

Ela apresenta uma lista de centenas de mercenários estrangeiros na Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia. “Por oito anos a Europa e as Nações Unidas ignoraram todas as demandas da União Antifascista Internacional para se parar a guerra contra o Donbass e o genocídio da população de etnia russa.” E destaca a necessidade premente de lutar e esmagar o fascista através de uma aliança antifascista internacional, ressaltando o exemplo dos povos de Donetsk e Lugansk com o apoio da Rússia. “Não há nada que se negociar com os fascistas”, conclui.

O sentimento de camaradagem é enorme junto aos companheiros de Donetsk, Lugansk e da Rússia. Somos irmãos. Estamos na mesma trincheira. No final do evento, entrego de presente ao ministro Deynego um exemplar do Jornal Causa Operária e explico que a manchete diz “Defender a Rússia contra o imperialismo”. Ele agradece o presente. Em seguida, entrego a Lyubov, que está a seu lado, uma camisa e um broche da Aliança da Juventude Revolucionária. Ela fica tremendamente feliz. Vendo a gentileza, Deynego retira o broche que representa a bandeira e o brasão de armas da RPL (o qual eu já estava de olho desde o começo do Congresso) da lapela de seu paletó e me entrega. Fico muito agradecido e digo que é uma honra poder estar junto com esses companheiros, que dão um exemplo para todo o mundo ao pegar em armas contra o fascismo e construir duas repúblicas populares no meio de uma guerra de agressão que estão sofrendo.

Contribua com a imprensa da Causa Operária que está no front para trazer informações verdadeiras sobre a guerra e sair das mentiras da imprensa imperialista que esconde e manipula as informações à seu favor e contra os trabalhadores. Faça através do endereço: https://vakinha.com.br/causa-operaria-na-russia ou PIX: causa.operaria.na.russia@gmail.com

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Blogues

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Movimentos

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!