Menu da Rede

20211024150250 1635096648042 1 1 (1)

Cristiano Ronaldo chuta jogador. E se fosse Neymar?

Matheus Vetter

Operário metalúrgico, nascido em Blumenau, Santa Catarina. Membro da Corrente Sindical Causa Operária. Dirigente Nacional do PCO.

  • Capa
  • Colunistas
  • Os métodos podres da “política” do PCdoB

A serviço da burguesia

Os métodos podres da “política” do PCdoB

PCdoB mostra mais um dos efeitos nefastos do identitárismo

Bolsonaldo candidato do PCdoB em 2018 – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

No ato pelo Fora Bolsonaro do último dia 07 de Setembro, algo bastante significativo sobre os ataques ao PCO aconteceu em Curitiba. Seguindo o método adotado pela Lava-Jato de “não temos provas, mas temos convicção”, agora também adotado pela esquerda identitária, uma mulher, sempre adapta a política da frente ampla, acusa o PCO (uma entidade jurídica) de ter sido agredida. Sem nenhuma prova, usa isso como motivo para expulsar o partido que mais lutou e luta pelo Fora Bolsonaro da organização dos atos.

Este acontecimento aponta para um método organizado dos partidos da frente ampla, sendo o principal o PCdoB, para isolar politicamente o PCO e por consequência a ala lulista do PT que neste momento só encontra apoio no PCO para levar adiante a política em defesa da candidatura do Lula.

Artigos Relacionados

Esse método apodrecido de caluniar aqueles que se propõe a libertar a classe operária da burguesia é um método bastante comum entre as organizações stalinistas. Trótski mesmo foi acusado de ser agente do nazismo, isso por que defendia que a revolução russa deveria ser estendida para todo o mundo. Embora o poder de fogo dos stalinistas tenha diminuído consideravelmente, afinal de contas são organizações que se mostram abertamente incapazes de levar adiante a luta pelo socialismo, ainda tem gente trouxa o suficiente para acreditar nas calúnias levadas adiante por esses agrupamentos.

O fato ocorrido em Curitiba é bastante semelhante ao de Florianópolis, onde militantes da UJS alegam ter sido agredidas por uma pessoa com a camisa do PCO. Sem provas, sem testemunhas, apenas com a sua própria “convicção.” Essa “convicção” foi o suficiente para armar toda uma campanha de calúnias com o mote “O PCO é Machista e aqui não tem espaço para machistas”. Durante quatro reuniões, a Frente Fora Bolsonaro – Florianópolis discutiu a nossa expulsão, foi aberta uma comissão de negociação (levada adiante pelo PCdoB/UJS), e por fim armaram uma votação falsa em que metade das organizações que votaram pela nossa expulsão não eram a favor da nossa expulsão. Chegou ao cúmulo de o PT votar pela nossa expulsão, sendo que em reunião da executiva municipal do partido foi deliberado voto contrário e o presidente estadual do partido Décio Lima não reconhecer o voto de um tal de André que teria tomado a dianteira e votado com a frente ampla pela nossa expulsão. O mesmo aconteceu com sindicatos e outros agrupamentos mostrando o método fraudulento levado adiante pelo PCdoB.

Resultado disso? No dia 18 de agosto, a mesma frente simplesmente não chamou o ato, boicotou abertamente pois não poderia trazer PDT, PSB enfim os partidos da direita que tinham acabado de votar pela entrega dos correios. No dia 07 de Setembro, acreditem se quiser (eu mesmo custo a acreditar), queriam cancelar o ato por conta de uma garoinha. Isso enquanto o Bolsonaro colocava milhares de pessoas nas ruas inclusive em Florianópolis, mobilizou a PM e tudo o que vimos. A esquerda frenteamplista não queria tirar o pijama pois era um dia perfeito para ficar em casa assistindo Netflix e tomando chocolate quente. Importante destacar que essa mesma frente tirou uma deliberação para o 07 de setembro onde não poderiam ter materiais paralelos aos da Frente Fora Bolsonaro convocando o ato, agora eu te pergunto, quem você acha que tinha material? Deixa que eu mesmo respondo, o PT com 20 mil panfletos, e o PCO com 10 mil panfletos. O que eles tinham em comum? Apontavam Lula como saída para a classe trabalhadora.

O que querem com essas calúnias em Curitiba é o mesmo que tentaram (e fracassaram) em Florianópolis, expulsar o PCO da organização dos atos para isolar o PT e permitir a infiltração da 3º via, e como toda organização stalinista não fazem isso usando os métodos tradicionais da classe operária, a discussão e o convencimento político, usam de métodos rasteiros, e isso não é novidade, aqueles que querem acreditar nestas calúnias de duas uma, ou são muito trouxa ou se fazem de trouxa, pois a UJS é conhecida por usar destes métodos a décadas no movimento estudantil, não é a toa que está no comando da UNE desde 1992 (29 anos), pois tem como hábito o método da burguesia, as calúnias, e difamação, a manipulação e fraude. 

Portanto, os companheiros do PCO, simpatizantes e nossos aliados de outras organizações não devem se abalar com esses tipos de ataques. Afinal de contas, como o companheiro Rafael Dantas em uma de suas colunas, “somos o partido irrelevante mais relevante do mundo”. Os ataques que estamos sofrendo da esquerda frenteamplista, assim como da burguesia, partem do mesmo princípio, colocamos em cheque a política deles de controlar o golpe de Estado elegendo um candidato da terceira via. São inimigos da candidatura de Lula pois querem a estabilidade do regime controlado pela burguesia.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.