Menu da Rede

STF bloqueia canal do “Youtube” COTV com 111 mil inscritos

Lina Noronha

Trabalha no serviço público como músico-instrumentista (toca oboé). É professora doutora em música. Militante da solidariedade à Cuba e do PT, apresenta o programa semanal Cubanias, na Kotter TV. Mãe de um rapaz PCD, atua também na formação de professores para educação especial e inclusiva

  • Capa
  • Colunistas
  • Cuba está entre os países que mais vacinam contra Covid-19

Cuba e a Vacinação anticovid

Cuba está entre os países que mais vacinam contra Covid-19

Com produção própria de vacinas, Cuba atinge um dos maiores índices de vacinação, e começa a exportação de imunizantes, enquanto o mundo segue promovendo um verdadeiro “apartheid”

Cuba dá início à vacinação de crianças – Foto: Prensa Latina

Receba o DCO no Email

Essa semana, comecei o Cubanias (programa semanal que apresento na Kotter TV) com as informações sobre os dados da vacinação contra COVID-19, em Cuba. A ilha caribenha conta com quase 50% (48,9%, em 4 de outubro) da população com as três doses da vacina. (Três doses porque a o esquema de imunização com as vacinas cubanas prevê duas doses de Soberana 02 ou Abdala, complementadas com uma dose de Soberana Plus, para que a imunização esteja completa). Além disso, 60,7% dos cubanos já receberam duas doses e 84,9% têm ao menos uma dose da vacina anticovid-19. Cuba está, portanto, entre os países com as melhores taxas de vacinação em todo o mundo.

Quando falamos de Cuba, uma pequena ilha, pobre, praticamente sem recursos naturais e sob um bloqueio massacrante imposto pelos EUA há seis décadas, integrar esse seleto grupo de países que se destacam pelo número de vacinação de seus habitantes chega a ser uma façanha das mais impressionantes. Para se ter uma ideia desse número no contexto global, na mesma data, o mundo registrava 34% da população com a vacinação completa e 12% com vacinação parcial (ao menos uma dose), totalizando 46%.

Sabemos que a distribuição das vacinas tem sido extremante desigual entre os países. Tanto que se tem mencionado a existência de um verdadeiro “apartheid” de vacinas, visto que a desigualdade econômica se reflete também nesse quesito. Mais de 70% das vacinas produzidas, até o momento, foram reservadas aos países ricos, enquanto que os mais pobres obtiveram somente 2,3% das doses.

Se observarmos o continente americano, Cuba tem a maior taxa de população com ao menos uma dose de vacina anticovid-19 – 84,9% -, acima até mesmo de EUA e Canadá, com 64,2% e 77,3%, respectivamente. A desigualdade na distribuição de vacinas transparece no nosso continente quando comparamos com as taxas de imunização de países como Jamaica (18,1%), Nicarágua (8,3%) ou Haiti (0,4%) – considerando aqui a imunização parcial, com ao menos uma dose.

A OMS tem alertado para a distribuição desigual de vacinas na América e no mundo lembrando que a pandemia não será controlada se não houver vacina também para as regiões mais pobres. A desigualdade se escancara quando vemos países europeus que começam a ministrar uma terceira dose de vacina, como reforço, na sua população, sem que isso seja de fato necessário, pelas indicações dos infectologistas, mas uma espécie de cuidado extra, de garantia suplementar contra o vírus. Já que eles têm vacinas em estoque, por que não usar para mais uma dose na sua própria população, já protegida com as doses indicadas para cada imunizante? Tal medida vem sendo criticada pela OMS nos seus apelos para que os países mais ricos contribuam para que a imunização chegue aos países pobres, sobretudo aqueles do continente africano, local com as mais baixas taxas de populações vacinadas.

Assim, as desigualdades, acentuadas pela pandemia, se mostram também na distribuição de vacinas anticovid-19. Alguns poucos estocam vacina ou fazem uma aplicação extra sem necessidade, enquanto outros países não conseguem sequer atingir os 10% da população parcialmente vacinada. Além de cruel, chega a ser uma estupidez, pois a distribuição desigual de vacinas permite a circulação contínua do vírus, nas regiões pobres, e o consequente surgimento de novas cepas, que se disseminam pelo mundo, retardando o controle da pandemia.

Segundo a OMS, é preciso que se atinja 70% da população com imunização completa para que seja alcançado o controle da pandemia em âmbito mundial. Esse objetivo só será atingido se houver colaboração entre os povos para a imunização da humanidade de maneira uniforme, e não concentrada em algumas regiões, como vem acontecendo até agora. Mas a estupidez egoísta do capitalista, infelizmente, segue firme e forte na mentalidade daqueles que tomam as decisões pelo mundo afora. Assim, a pandemia segue fora de controle, em consequência da ganância e do imediatismo capitalista, escancarando o fracasso da aplicação de políticas neoliberais no enfrentamento da atual crise sanitária mundial.

Como um ponto fora da curva, no cenário internacional, Cuba prevê alcançar a vacinação completa da sua população, a partir de dois anos de idade, antes do fim do ano. Isso vem se concretizando graças à produção local de vacinas, o que faz da ilha o primeiro país da América Latina a promover a imunização dos seus habitantes com imunizantes de fabricação própria. Esse pioneirismo na região se concretizou porque as pesquisas para a criação de imunizantes cubanos contra Covid-19 tiveram início ainda no começo da pandemia. Desde a década de 1980, quando o país se projetou pela criação da primeira vacina contra meningite B, Cuba vem se destacando na área da saúde e em especial na produção de fármacos. Como fruto da mente visionária de Fidel Castro, que percebeu, ainda na década de 1980, a importância de investir no conhecimento biotecnológico, foram criados o Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB, na sigla em espanhol), em 1986, e o Instituto Finlay de Vacinas, em 1991. Ambas fazem parte do grupo de indústrias cubanas de biotecnologia e de fármacos denominada BioCubaFarma, que reflete uma das facetas do bem-sucedido projeto cubano de investimento na área da saúde. São esses laboratórios os fabricantes das vacinas cubanas anticovid-19: Abdala, do CIGB, Soberana 02 e Soberana Plus, do Instituto Finlay.

Não fosse a produção própria de vacinas, Cuba provavelmente estaria entre os países com menor taxa de imunizados nessa pandemia, pois, além de ser um país pobre, ainda enfrenta imensas dificuldades no comércio com outros países por causa do bloqueio imposto pelos EUA, que visa ao massacre do povo cubano por meio do seu estrangulamento econômico. A evidência do estrago promovido pelo bloqueio, no momento atual, pode ser constatada nas dificuldades que Cuba vem enfrentando na obtenção de insumos para a produção de medicamentos, para a aquisição de seringas e de máscaras, assim como outros equipamentos de proteção individual, tão necessário para o enfrentamento da crise sanitária pela qual passamos. Apesar de todas as dificuldades decorrentes do enfrentando da opressão imperialista, Cuba alcançou há anos a autonomia na produção de diversas vacinas e vem se destacando como exportador de imunizantes para várias doenças, como a mencionada vacina contra meningite B, tão utilizada pelos brasileiros.

Graças ao seu alto grau de desenvolvimento na área biotecnológica, Cuba vem conseguindo vencer a pandemia e planeja reabrir ao turismo no mês de novembro e começa a retomar as aulas presenciais, à medida que os adolescentes e as crianças vão recebendo a imunização completa.

Com o avanço na imunização da sua população, Cuba deu início à exportação de vacinas. Países como Venezuela, Vietnã e Nicarágua já receberam doses das vacinas Abdala e Soberana.

As vacinas cubanas representam uma esperança na imunização mais igualitária para o enfrentamento da Covid-19. A pandemia não apenas acentuou as desigualdades econômicas, como escancarou as diferenças abismais no combate ao vírus, mostrando que a crise é também humanitária, pois a vida das pessoas das zonas privilegiadas do mundo vale mais do que a da população das regiões pobres. Para as primeiras, vacinas em estoque, terceira dose como um excesso de zelo e proteção extra. Para as últimas, a falta de acesso a uma única dose de vacina e a exposição ao vírus e às novas variantes que surgem desse descontrole e da desigualdade socioeconômica.

Enquanto a OMS segue fazendo apelo aos países ricos para que cedam doses de vacinas aos mais pobres, na busca do controle da pandemia em âmbito mundial, Cuba segue conseguindo vacinar sua população, mas também ajudando a levar vacina a outros povos, e assim contribuindo no combate ao vírus no mundo. Enfrentar a pandemia de Covid-19 é também se contrapor às políticas neoliberais e lutar contra as desigualdades socioeconômicas que se acentuam nesse momento de crise. Sem a solidariedade entre os povos, o olhar humanitário para o outro, não sairemos dessa pandemia tão cedo. É nesse momento de crise que as bases solidárias e humanistas do socialismo cubano se mostram ao mundo. A solidariedade entre os povos, tanto apregoada por Fidel, é de fato posta em prática, com a exportação de vacinas. Por isso as vacinas cubanas vêm se delineando como uma grande esperança aos povos excluídos para o enfrentamento da pandemia. Como os cubanos sempre repetem: Cuba ajuda oferece ajuda ao próximo não doando o que sobra, mas dividindo o que tem.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Blogues

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Movimentos

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores