Menu da Rede

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

  • Capa
  • Sem terra
  • Mais um integrante da LCP é preso pelo latifúndio em Rondônia

Massacre no campo

Mais um integrante da LCP é preso pelo latifúndio em Rondônia

Mais um integrante da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) é vítima de perseguição do estado burgues, apenas crescer os números de trabalhadores que lutam pela terra assassinados

Rafael, liderança do LCP detido em Guajará-Mirim – Reprodução

Receba o DCO no Email

Mais um integrante da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) é vítima de perseguição do estado burguês, apenas crescer os números de trabalhadores que lutam pela terra assassinados ou presos de forma irregular. Na tarde deste domingo, 28 de novembro, Rafael F. P. de 35 anos, vulgo fantasma,  foi detido em operação conjunta realizada pelo Batalhão de Polícia de Fronteira (BPfron), pelo Núcleo de Inteligência de Fronteira de Guajará-Mirim, 6° BPM e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Rafael era uma das lideranças da LCP, que atuava principalmente na luta pela terra na região da zona rural de Porto Velho e Nova Mamoré. Contra Rafael existem dois mandados de prisão, um de 2018 por suspeita de assassinato do namorado da ex-companheira e outro de 2020 por envolvimento na morte de dois policias em confronto numa ocupação na zona rural de Nova Mutum, Paraná.

Em nenhum dos processos houve o procedimento adequado, sendo o último um verdadeiro absurdo. O procedimento tipifica como homicídio a autodefesa dos trabalhadores no campo, que atacados não tem reconhecido pelo estado o seu direito de autodefesa.

O extermínio dos camponeses pelo latifúndio 

Uma realidade clara nos conflitos no campo brasileiro, é que o latifúndio promove um verdadeiro extermínio dos camponeses pobres e estão organizando um salto na escalada dos ataques. Temos que dizer com todas as palavras, os camponeses que lutam por um pedaço de terra para sobrevivência estão sofrendo um massacre, tendo suas ocupações invadidas, imolada por despejos irregulares e suas lideranças mortas ou presas.

O extermínio dos trabalhadores do campo ocorre de fora aberta, realizado pela Polícia Militar (PM), ou por forças paramilitares sob cobertura dessa. Além das forças policiais, tradicional braço opresso do estado, afloram na região um grande número de grupos paramilitares organizados pelo latifundiários contra a população pobre.

Esse cenário, com o envolvimento direto das polícias militares, só é possível em razão da aprovação dos governadores, que representa o latifúndio que avança na exploração da região. Um exemplo claro é o do bolsonarista, Antônio Denarium, governador do estado de Roraima, que defende abertamente essa politica da extrema-direita de avanço sobre a população sem nenhum pudor.

O apoio total a organização desse massacre dos camponeses pelo latifúndio, é uma política aberta do governo federal do golpista Jair Bolsonaro. Não por coincidência, em todos os episódios em que houve a presença do Exército e Força Nacional, a exploração e opressão ao campesinato aumentou.

Nesse momento é necessário o posicionamento de todos os setores que se reivindiquem de esquerda ou progressistas, em total apoio e defesa dos companheiros da LCP. Assim como é imprescindível o resguardo do direito de organização e autodefesa de todos os trabalhadores do campo, ponto essencial para a sobrevivência dessa população.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.