Menu da Rede

Lilian Miranda, candidata a vice de Edson Dorta esteve em Marília

  • Capa
  • Meio Ambiente
  • MAB: seca é invenção do governo para aumentar conta de luz

Crise hídrica ou sucateamento?

MAB: seca é invenção do governo para aumentar conta de luz

Reproduzimos artigo de 29 de junho de 2021 publicado pela Coordenação Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) no portal Sul 21

Entrou nos reservatórios mais quantidade de água do que o volume de energia produzida pelas hidrelétricas – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O governo Bolsonaro e os agentes empresariais que controlam o setor elétrico nacional afirmam que há uma crise de escassez hídrica que levou ao esvaziamento dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Segundo seus argumentos, a região sudeste passa pela pior seca dos últimos 91 anos. Para lidar com essa realidade, o governo Bolsonaro publicou a Medida Provisória nº 1.055, de 28 de junho de 2021, que prevê ações emergenciais e regras excepcionais para o uso dos recursos hidroenergéticos. Na mesma lei, autorizou que os custos serão ressarcidos por meio de encargos na conta de luz da população. Ou seja, o povo vai pagar a conta.

 Para evitar desgastes políticos, aterrorizam a população brasileira com campanhas publicitárias cuja mensagem é que estamos sendo castigados pela falta de chuva. Portanto, diante dessa situação, se não formos “educados” o bastante para um suposto “consumo racional”, seremos castigados com racionamentos de energia elétrica e aumentos na conta de luz. Esse foi o tom do pronunciamento feito em rede nacional pelo Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na noite desta segunda-feira (28).

Artigos Relacionados

 É verdade que o volume dos reservatórios nacionais possui apenas 40% de água armazenada, a segunda pior situação desde a privatização do setor na década de 1990. Porém, como chegamos a esta situação? Aqui residem as mentiras e ocultamentos, como mostraremos a seguir.

É falso alegar que os reservatórios estão vazios por uma suposta seca no sudeste brasileiro. Os dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) revelam que o volume de água que entrou nos reservatórios das usinas hidrelétricas brasileiras durante o último ano é o quarto melhor ano da última década, equivalente a 51.550 MW médios. No entanto, o volume de energia produzida por hidrelétricas ficou em 47.300 MW médios, ou seja, 4.250 MW médios abaixo da quantidade de água que entrou nos reservatórios no mesmo período, o equivalente a uma usina de Belo Monte. O fato é que entrou mais água nos reservatórios (energia natural afluente) do que saiu pelas turbinas para gerar energia (vazão turbinada).

O discurso da “crise hídrica” também esconde que o esvaziamento dos reservatórios das usinas foi provocado principalmente durante o ano de 2020, em plena pandemia, quando ocorreu uma queda média de 10% no consumo nacional de eletricidade desde o início do Covid-19 em nosso território. Os reservatórios foram esvaziados sem que houvesse necessidade de atender a um aumento na demanda, uma vez que ela diminuiu. Assim, em diversas usinas, a começar por Itaipu, a operação foi realizada com evidente interesse de gerar escassez para explodir as tarifas. Toda essa água vertida poderia ter sido armazenada ou transformada em energia, sem aumento dos custos. Mas não foi o que aconteceu. Os donos das hidrelétricas não perderam dinheiro com isso, pois o chamado déficit hídrico é cobrado integralmente nas contas de luz da população.

Se algumas usinas jogaram água fora, outras foram operacionalizadas para produzir acima da média, principalmente as privadas, o que também levou ao esvaziamento.  Estas, além de lucrar com o que constava nos contratos de comercialização, também faturaram alto vendendo o excedente a preços abusivos no chamado “Mercado de Curto Prazo” (MCP), via Preço de Liquidação das Diferenças (PLD). Aqui, predomina a lógica de que quanto mais vazios os lagos, mais alto é o preço.

O esvaziamento dos reservatórios também permite ao governo Bolsonaro autorizar o funcionamento de todas as usinas termelétricas (a gás, petróleo, carvão, bagaço-de-cana, etc), inclusive as mais caras. E sabemos que, em geral, os donos das hidrelétricas também são donos das termelétricas. Para se ter uma comparação, enquanto dezenas de hidrelétricas estatais vendem energia a R$ 65,00/MWh, dezenas de usinas térmicas estão sendo autorizadas a funcionar cobrando acima de mil reais pela mesma quantidade de energia. Por exemplo, a usina térmica William Arjona (MS) foi autorizada pela ANEEL a cobrar R$ 1.520,87/MWh. Tudo isso beneficia os mesmos empresários e tudo vai cair na conta de luz do povo.

 Estes empresários também estão recebendo o dinheiro cobrado nas contas de luz via bandeiras tarifárias. Logo após o pronunciamento do ministro de Minas e Energia, a Aneel autorizou um aumento de 52% na bandeira vermelha patamar 2. A cobrança extra – cuja justificativa é justamente a “escassez hídrica” – passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos. Este patamar representa um aumento de 17% na conta de luz dos consumidores residenciais, o que significa que, por meio deste mecanismo, o povo brasileiro vai pagar R$ 2,5 bilhões por mês para os mesmos agentes empresariais que esvaziaram as usinas e agora estão faturando alto com a crise energética!

Também há casos escandalosos de usinas recebendo para ficarem desligadas, como é o caso da Eletronuclear. Já que estamos pagando sua energia, por que não gerar e desligar as térmicas privadas, que são mais caras? Porque chegamos a esta situação? Porque o governo abriu mão do controle e permitiu executar um planejamento que colocou o funcionamento das usinas acima de qualquer racionalidade. Liberalizou por completo ao chamado “mercado”, aos grupos privados que operam as usinas com um único objetivo: o lucro máximo. Uma pilhagem financeira para privilegiar a burguesia que sustenta este governo.

A farsa da crise hídrica revela que, em plena pandemia, prevalece a especulação financeira e o parasitismo empresarial privado no controle das usinas hidrelétricas e termelétricas. Essa é a consequência mais brutal da privatização e da destruição da soberania energética, que agora se aprofunda com a privatização da Eletrobrás, aprovada pelo Congresso na semana passada. De quebra, criou-se uma situação em que o governo e as instituições de Estado que comandam a política energética estão completamente capturados pela burguesia financeira e grupos empresariais do setor elétrico. Assim, também agem como serviçais para entregar a Eletrobrás praticamente de graça o mais rápido possível.

Tudo isso causará um tarifaço na conta de luz do povo brasileiro, que durará por muitos anos, como temos denunciado frequentemente. Prevendo os aumentos abusivos nas contas de luz, o governo Bolsonaro tenta construir uma mensagem que joga a culpa no clima e no povo. Falseia a realidade para tirar sua responsabilidade sobre os rumos da política energética. A culpa não é do povo e nem do clima. Se há um responsável pela situação a que chegamos é o próprio governo Bolsonaro e os agentes empresariais que tomaram conta do sistema elétrico nacional.

O povo brasileiro não pode aceitar tamanha agressão. É necessário um amplo processo de debate com toda a sociedade brasileira, no qual se esclareçam os verdadeiros fatos e os reais interesses por trás dessa farsa. Ao mesmo tempo, precisamos resistir e lutar para derrotar até o fim e a fundo a política energética em curso, liderada por um governo entreguista com características neofacistas. É necessário construir uma nova política para o setor energético nacional, com soberania, distribuição da riqueza e controle popular.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Blogues

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla

Mais de 150 assinaturas convocam Plenária Lula Presidente

cartaz plenária nacional

Dirigentes do PT, PCO, CUT e PCPB convocam Plenária Nacional

Aprender da derrota diante de Doria em SP

Servidores/SP: é preciso ir além da “pressão” parlamentar

Uma Plenária Nacional por Fora Bolsonaro e Lula presidente

A “esquerda” que luta contra a candidatura de Lula

“Centrais” golpistas atacam a CUT para defender carrascos do povo

PSOL decide não ter candidato mas não aprova apoio a Lula

Inflação dispara e mostra tendência geral de agravamento da crise

Fora todos os carrascos dos trabalhadores dos atos da esquerda!

Gilmar Mendes libera grandes empresas de pagar trabalhadores

Crise divide a direita e votação da “reforma” é adiada

BolsoDoria quer privatizar Sabesp, Petrobras e portos

Globo escancara o golpe da 3ª via e transmitirá primárias do PSDB

Quem vai deter Bolsonaro?

Dia 7/9, tomar as ruas contra a ditadura de Bolsonaro e Doria

BolsoDoria quer limpar o caminho para Bolsonaro desfilar

As lições do dia 18/8 e a mobilização de 7 de setembro

Por ruas ainda mais vermelhas, sem a direita, por fora Bolsonaro

Wilson Witzel depõe hoje na mais nova sessão da CPI da Covid

Direita manobra e mantém mecanismos ditatoriais mesmo sem LSN

1º de Maio na Sé: vitória da mobilização contra a paralisia

Mais um passo na privatização da CEF

Contra as demissões é preciso ocupar a LG

Presença de Lula ‘enfraquece’ a direita

Com Lula, por um governo dos trabalhadores

Movimentos

A ditadura do judiciário contra os trabalhadores

7/9: Uma demonstração de força e covardia

Onde está a democracia no tempo de TV e nos recursos eleitorais?

Esquerda se junta à direita na defesa do sistema eleitoral

Esquerda desnorteada, pede que Moraes nos salve de Bolsonaro

Leandro Brugnago Denuncia a Ditadura do STF

Em Brasília, lotar as ruas como na Cinelândia e em Diadema

Depois de Jonhson, Biden será a próxima vítima da guerra?

Uma política para a CUT e os sindicatos diante do recorde de fome

É a fome!

alexandre moraes stf 913.jpg

O PCO não está só na luta pelas liberdades democráticas

STF fora do controle popular é ditadura!

10 mil contra 11

pm rj

Parar as chacinas, dissolver a Polícia

“Garimpeiro não é bandido, é trabalhador”

Os “amigos da onça” são uma ameaça contra Lula

A disputa  é pelo comando do golpe e não para impedí-lo

Ficou provado que “centrais de brinquedo” não mobilizam ninguém

Querem “roubar” o candidato dos trabalhadores

Romper a paralisia e reverter o fiasco do 1º de Maio

Policial não é trabalhador

Todos na rua, por Lula ou nada!

Revogar a reforma trabalhista tendo Alckmin à frente?

CSN, garis, professores x Conclat: dois caminhos, duas políticas

De São Paulo a Dubai, de Budapeste a Islamabad e de 1915 a 2022

O Brasil é favorito na copa?

Criminalização do nazismo é desculpa para incriminar o comunismo

Para arrancar os 33,24% convocar uma greve nacional da Educação

33,24% seminário

Doria e prefeitos armam golpe contra reajuste de 33,24%

lulajá

Não apoiar Lula por conta de seus aliados é um erro a ser evitado

Contra o golpe do reajuste de 0% para o piso dos professores

conferência sindical mesa

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

O golpe de Boulos e do PSOL contra o PT e em favor da direita

alckmin e doria firmam parcerias entre estado e município

Os ataques de Doria aos professores e o fracasso da frente ampla

Iniciar uma campanha militante e de massas em torno de Lula

Agora! Natália Pimenta no Pânico da Jovem Pan

Todos na Paulista: é Lula contra Bolsonaro e toda a direita

Petistas reagem à chapa com Alckmin e chantagem do PSB

Às ruas por Lula presidente com vice das lutas populares

ato paulista 7:11:21

Dia 12 é na Paulista por Fora Bolsonaro e Lula presidente

carteira vazia

Recessão e inflação: defender os salários com “gatilho”

alckmin e aceio paulista

Nós professores não queremos Alckmin. Nenhum trabalhador quer!

A esquerda que se opõe às ideias e à luta revolucionária

Contra o roubo dos salários, lutar pelo “gatilho salarial”

Unir já toda a esquerda e o povo por Lula presidente!

20 novembro

Neste sábado: abaixo o massacre do povo negro, Lula presidente!

Bloco Vermelho presta apoio a Cuba e convoca ato de solidariedade

“Plenária Vermelha”: uma vitoria contra a politica de capitulação

lula pco abc

Plenária Nacional do Bloco Vermelho agrupa contra a frente ampla