Menu da Rede

c743aec3 6f6d 499d ba6b 6e4bef22912b (large)

Presidenta da APEOS: aliança com Alckmin não será tolerada

  • Capa
  • Moradia e Terra
  • Latifúndio consegue nova ordem de despejo contra a LCP em Rodônia

Violência no campo

Latifúndio consegue nova ordem de despejo contra a LCP em Rodônia

Justiça burguesa de Rondônia segue atacando camponeses através de ações de despejo.

Liga dos Camponeses Pobres – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

No dia 28 de setembro, uma nova ordem judicial de despejo foi dada contra o acampamento Tiago dos Santos da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), em Rondônia. Esse novo ataque do latifúndio contra os trabalhadores rurais acontece depois de quase dois meses da chacina que matou quatro camponeses de Nova Mutum Paraná, também em Rondônia.

O acampamento Tiago Dos Santos, novo alvo da operação latifundiária, abriga mais de 600 camponeses, todos organizados pela LCP.

Essa ordem de despejo, que contou com o uso de reforço policial, favorece o latifundiário e grileiro Galo Velho, o Antônio Martins, cuja propriedade tem mais de 57 mil hectares registrados em nome da empresa Leme Empreendimentos LTDA.

O tal Galo Velho é denunciado como proprietário ilegal de mais de 80 mil hectares de terras na região de Porto Velho, capital do estado.

Esse despejo é mais uma ação de perseguição do latifúndio contra um movimento camponês atuante no Brasil. Desde o golpe de 2016, a violência contra os camponeses só tem aumentado consideravelmente, sobretudo no estado de Rondônia, um dos mais violentos e onde o latifúndio predomina.

A LCP, muito atacada por esses criminosos latifundiários, é uma organização popular que surgiu após o Massacre de Corumbiara, em 1995, quando uma parte do movimento dos camponeses rompeu com o Movimento dos Sem Terra (MST) e conclamou os camponeses para uma luta pela reforma agrária radical.

No atual momento de crise do regime político no Brasil, que ver o aumento das práticas fascistas no campo aumentarem, além dos erros da esquerda em se aliar com essa direita bolsonarista para supostamente combater Bolsonaro, é de fundamental importância estimular e organizar a formação dos comitês de autodefesa dos camponeses. O armamento deles se faz urgente, pois os latifundiários, tradicionalmente armados, estão cada dia mais violentos e agindo de forma impune.

Além dessa estratégia de luta que são as formações dos comitês, é necessário denunciar a justiça burguesa como promotora da violência no campo. Promotora e conivente com a violência, a justiça burguesa reiteradamente permite os despejos e atua como um obstáculo para qualquer tentativa de promoção da justiça social no campo. Os despejos consolidam a concentração de terras e agem em prol dos latifundiários.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.