Menu da Rede

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

Mato Grosso do Sul

Volta às aulas causa novo surto de Covid entre indígenas

Além de atrasarem a vacinação dos jovens indígenas, querem que eles voltem novamente as aulas em meio a um surto que se espalha nas aldeias

Vacinação entre os indígenas – Foto: Arquivo DCO

Receba o DCO no Email

O estado de Mato Grosso do Sul registrou, na última semana, mais de 150 casos e pelo menos duas mortes por COVID-19 entre indígenas, segundo boletim do DSEI, Distrito Sanitário Especial Indígena. A situação já é considerada como um surto e atinge aldeias que há pelo menos dois meses não tinham nenhum infectado pelo coronavírus, como as aldeias Jaguapiru e Bororó, localizadas em Dourados.

As comunidades e lideranças têm defendido que as aulas presenciais, que foram interrompidas desde 27 de outubro, continuem suspensas. Com 89 casos e um óbito, a cidade de Dourados lidera o ranking de infectados e de internados em UTI, com quatro pessoas. O município é também o que concentra a maior população indígena do estado. Em todo o Mato Grosso do Sul, há ao menos cinco indígenas internados em leitos clínicos, além de seis em leitos de UTI.

Mesmo diante desse quadro, a Secretaria Municipal de Educação, Semed, decidiu retomar as aulas presenciais nas Escolas Municipais Indígenas a partir de hoje (11), uma atitude que é um verdadeiro descaso com a saúde e com as vidas desses povos.

Devemos considerar ainda, diante disso tudo, que, apesar de os indígenas serem grupo prioritário no PNI (Programa Nacional de Imunização), a vacinação dos adolescentes das aldeias começou depois do início da imunização dos jovens não indígenas. A vacinação para os jovens indígenas só foi começar no início do mês de outubro, enquanto os demais adolescentes do estado do Mato Grosso do Sul começaram a ser imunizados em agosto.

No geral, é um crime impor a volta às aulas sem que a pandemia esteja realmente controlada e sem que todas as crianças e jovens estejam devidamente vacinados com as duas doses. Tal situação é ainda mais grave para os povos indígenas, pois essa população está entre as mais desassistidas pelo Estado brasileiro controlado pela direita. Além disso, as escolas não possuem nenhuma condição sanitária de receber os alunos com segurança, ainda mais diante de um novo surto se alastrando pelas aldeias.

No Brasil as condições dos indígenas são lamentáveis e miseráveis. Sofrem com a fome, com a violência e o com o abandono do estado direitista e criminoso, o qual tem por obrigação lhes fornecer condições mais dignas de sobrevivência. Além disso, as restrições econômicas, que de maneira deliberada atingem no geral grande parte da população brasileira, são ainda maiores entre os indígenas.

Esse cenário deve ser denunciado e apresentado juntamente com a exigência da criação de um programa sério e verdadeiramente democrático, onde os próprios povos indígenas possam expor, influir e decidir sobre o que precisam e o que deve ser feito diante desse panorama trágico. Apenas assim poderemos reverter essa situação e lhes proporcionar meios de vida dignos e satisfatórios. É preciso, então, que unifiquemos os povos indígenas trazendo-os para a luta contra nossos algozes, os reais responsáveis por toda essa calamidade: a direita nacional e seu dono, o imperialismo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.