Menu da Rede

Jovens franceses recusam-se a votar nas eleições presidenciais

Chamas

Área onde vivem índios isolados é tomada por incêndio

Mais de 40 mil hectares são devastados pelo fogo em Tocantins

No Pará, a Terra Indígena Alto Rio Guamá – Foto: Fotos Públicas

Receba o DCO no Email

A ascensão de um governo de extrema direita, resultado do golpe de Estado que aconteceu em 2016 contra o governo do PT, não causa danos apenas por si, mas também porque legitima a ação de latifundiários e grileiros que se sentem à vontade para expulsar sem terra e indígenas, em áreas de interesse do latifúndio. Desde julho, persistem focos de incêndio na região da Ilha do Bananal, oeste do estado do Tocantins. Dos mais de 110 mil hectares de reserva, mais de 40 mil foram atingidos pelo fogo. A Mata do Mamão, região onde vivem índios isolados e que possui uma vegetação nativa, foi severamente atingida.

De acordo com o analista ambiental Bruno Cambraia, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, “Nós temos o monitoramento meteorológico, acompanhando as condições para os próximos dias para a gente tentar se antever em alguma situação. A gente também realiza o monitoramento de focos de calor, que um monitoramento em tempo real que dá para gente um cenário da evolução desse incêndio para ver se a gente tá conseguindo atuar de forma desejada “.

Diferentemente do que prega setores da esquerda identitária, os indígenas são assassinados e têm suas terras devastadas hoje, por esses mesmos setores que fingem defender o interesse dos indígenas de 300 ou 400 anos atrás. Com a subida de Bolsonaro ao poder, mas também com apoio e incentivo dos setores da direita mais tradicional, o ataque aos povos indígenas se intensificou. Os assassinatos no campo, que já aconteciam, se tornaram algo trivial. O mesmo STF que seria um suposto defensor da democracia, de defesa da Constituição, mostrou-se um estar alinhado com os interesses dos grandes latifundiários, veja-se a votação do Marco Temporal. Mesmo com o aparente recuo, após grande pressão de amplos setores da sociedade, os ataques virão, seja de um governo de extrema-direita, ou da direita dita “democrática”.

Diante deste cenário, percebe-se que não há nenhuma possibilidade de conciliação com os setores da burguesia e da direita. Mesmo que haja uma divergência em relação a alguns pontos, no fundamental a direita está unificada para atacar duramente os indígenas. Qualquer tipo de consideração diferente desta levará inevitavelmente a uma completa desmoralização dos movimentos que verdadeiramente lutam pelos interesses dos povos indígenas.

É preciso que a esquerda se unifique para lutar contra os ataques não apenas do governo federal, mas também da direita que levará adiante o mesmo projeto, ou até pior do que o que está sendo levado por esse governo de extrema-direita.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.