Menu da Rede

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

  • Capa
  • Moradia e Terra
  • CUT e organizações denunciam violência contra sindicalista no PA

Violência no campo

CUT e organizações denunciam violência contra sindicalista no PA

Bandeira da CUT. – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Gislane da Souza Soares, vice-presidenta da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Pará (Fetagri-PA), teve sua casa alvejada por tiros no dia 21 de junho deste ano. Ela também sofreu diversas ameaças de morte anônimas desde março, quando assumiu o cargo na Fetragri. A última ameaça recebida colocou como o último dia 6 (sexta-feira) como prazo para que ela renunciasse a vice-presidência da Fetagri.

A Polícia Civil do Pará mostrou sua peculiar ineficiência ao investigar o caso apenas no dia 30 de junho, apesar das ameaças terem começado em março.

Em defesa de Gislane, a CUT-PA e outras organizações emitiram nota denunciando as ameaças sofridas por Gislane e prestando solidariedade à companheira.

Leia a nota na íntegra:

A FETAGRI-PA vem denunciar as graves e covardes ameaças, de autoria desconhecida, cujo autor ou autora se esconde atrás do manto do anonimato, desferindo ameaças através do uso do aplicativo Whatsapp, contra a diretora desta entidade sindical, GISLANE SOUSA SOARES, uma jovem liderança, que ocupa os cargos de vice-presidenta e secretária de juventude rural, eleita democraticamente em congresso da categoria, e que, portanto, representa um setor da sociedade, o que, por si só já a torna digna de respeito e consideração.

A FETAGRI-PA torna claro e público que as ameaças desferidas contra sua diretora, estão sendo alvo de apuração, pelos órgãos competentes e tudo está sendo feito para garantir a segurança e integridade física e psicológica da ameaçada e de seus familiares. Inclusive efetivando a denúncia e o registro do atentado a tiro contra a residência da vítima, ocorrida no dia 21 de junho. Esse atentado foi registrado na DP de Ourilândia do Norte e o projétil foi recolhido para perícia. A FETAGRI-PA reafirma o seu compromisso em defesa da vida, da paz e da ordem democrática e a sua disposição de não se intimidar e nem se acovardar diante deste tipo de práticas que só contribui para tonar ainda mais violento e nebuloso o cenário que nos cerca.

Finalmente a FETAGRI-PA se solidariza com os familiares, amigos/as, com as
regionais Sul e Sudeste e com todos os sindicatos filiados da base regional da Diretora Gislaine que vem demonstrando uma disposição singular no trabalho frente à secretaria que ocupa e a FETAGRIPA, através de sua diretoria estará sempre ao lado de nossa companheira, neste momento difícil e de aprendizado. Por último, a FETAGRI-PA reafirma sua firme convicção na capacidade dos órgãos competentes de investigar, apurar e punir o autor ou autora de tais ameaças e desde já agradece a todos os órgãos de segurança onde buscou amparo legal em defesa da vida e da segurança da nossa Diretora GISLANE SOUSA SOARES. Agradece também à todas as pessoas, entidades e organizações que estão se juntando a nós e assinam esta Nota em defesa da nossa companheira:

CONTAG – Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares;
CUT-PA – Central Única dos Trabalhadores-Pará;
FETERPA – FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES
RURAIS ASSALARIADOS E ASSALARIADAS DO ESTADO DO PARÁ;
CPT – Comissão Pastoral da Terra;
MAB – Movimento dos Atingidos por Barragem;
MMNEPA – Movimento de Mulheres do Nordeste Paraense;
FVPP – Fundação Viver Produzir e Preservar;
MST – Movimento dos Sem Terra; Levante Popular da Juventude;
MCP – Movimento Popular Camponês.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.