Menu da Rede

FUP denuncia administração da Petrobras por casos de Covid

  • Capa
  • Economia
  • Produção industrial tem terceiro resultado negativo seguido

Ladeira abaixo

Produção industrial tem terceiro resultado negativo seguido

Essa é a consequência da política que se iniciou nos governos de FHC, herança maldita para os trabalhadores

Greve de trabalhadores – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Dados da produção industrial mostram que houve queda na atividade de 0,7% em agosto comparado com o de julho. É o terceiro mês consecutivo de queda e configura situação de recessão no país. 

A expectativa dos analistas era de queda de 1,2% a alta de 0,7%, conforme matéria do jornal golpista Estado de S. Paulo e os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Artigos Relacionados

As maiores quedas foram nos setores de química com 6,4%, petróleo e biocombustíveis 2,6%, farmacêuticos 9,3% e veículos com 3,1% de queda.

Nos últimos doze meses, o desempenho industrial acumula alta de 7,2% e no ano de 2021 alta de 9,2%. Comparado com fevereiro do ano passado está 9,2% abaixo do nível pré-pandemia. Comparado com maio de 2011, está 19,1% abaixo, no mês que registrou queda histórica.

O desmantelamento da cadeia produtiva leva a que três dos quatro setores mais importantes tenham aumento de preços de produção (custos), o desabastecimento de matérias primas e reduz a oferta de produtos no mercado.

O desemprego massivo dos trabalhadores pressiona para a redução dos salários e ainda precariza as condições de emprego, com salários menores. A inflação, por sua vez, reduz a renda dos trabalhadores, refletindo em menor consumo.

O setor industrial é quem produz a riqueza do país, que será repartida com os demais setores, de comércio e serviços. Este setor entrando em colapso, arrasta junto os demais setores.

A crise que se iniciou em 2008 e ainda não há previsões de recuperação, foi agravada pela pandemia e hoje temos um quadro extremamente preocupante. Para toda a sociedade? Não, apenas para os trabalhadores, pois as empresas e seus proprietários, a burguesia, se não ganham com a produção industrial, ganham no mercado financeiro. É noticiado pela imprensa que os 10% mais ricos aumentaram 10% a sua renda com crise e pandemia.

Os trabalhadores, ao contrário, amargam o desemprego histórico, a redução dos salários, perdas dos direitos previdenciários, sociais e trabalhistas. A riqueza produzida fica cada vez mais concentrada nas mãos de poucos burgueses e a fome e miséria ficam restritas à classe dos trabalhadores. É assim o mundo, quando alguém ganha é porque alguém perdeu.

Sem perspectivas de reversão das crises, os trabalhadores só podem contar com aumento da fome e miséria sem precedentes na história do Brasil e do mundo.

Esse não é um processo recente de desindustrialização, ele vem desde os governos de FHC e se aprofunda cada vez mais, ano a ano. O golpe de estado de 2016 aconteceu porque a burguesia queria e precisava arrancar o couro dos trabalhadores e o governo de esquerda não conseguiria fazer isso. 

A saída era tirar aquele governo e instalar outro que fizesse o que o Temer e o Bolsonaro estão fazendo, vender o país para a burguesia imperialista, a preço de banana, com as privatizações dos Correios, da Eletrobrás e etc, reformas administrativas e tributárias.

Todas essas políticas têm por objetivo reduzir ao máximo a renda dos trabalhadores para assim manter os ganhos exorbitantes da burguesia.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.